domingo, 10 de janeiro de 2010

um formigueiro atrás do açucar



às vezes parece que quanto mais queremos partilhar a nossa felicidade com o mundo, que mais ele nos deseja o contrário. quanto menos guardamos para nós, mais os outros sabem, e eu, não sei, não sei o que é que os outros têm ou não contra a nossa felicidade que parece que conseguem lançar um feitiço e inverter-nos as emoções, e isso dá cá uma volta ao meus sistema nervoso... de um momento para o outro parece que muda tudo. mas a minha mãe sempre me disse que era para eu saber guardar as coisas para mim e eu sempre gostei de partilhar, e depois dá nisto. portanto a lição que vou dar aos meus filhos, é que:sejam egoístas. se não for assim, não sei como vão conseguir viver felizes durante muito tempo. ou então aprendam a partilhar pouco, ou quase nada. porque por mais que esse lado do coração esteja coberto de açúcar as formigas rapidamente vos picam.

2 comentários:

Catarina Fernandes disse...

Lindissimo blog =)
esta frase é tua? "O mais difícil não é escrever muito.. É dizer tudo, escrevendo pouco" adorei se me autorizares meto no meu blog na frase d mes

Frances disse...

Sofro do mesmo problema. Sempre que me sinto feliz gosto de partilhar com o mundo. infelizmente há pessoas e pessoas. O que interessa é que sejas realmente feliz e que as atitudes de quem nao percebe ou nao aceita isso nao te confundam.
F.