sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

nunca gostei de basquet

há qualquer coisa que me diz que quem lê o meu blogue, se cansa. e eu percebo. é normal. oh, normalíssimo. desculpem-me lá as minhas ausências de dias e a quantidade de posts que faço quando aqui venho. esta semana, para além de ter andado desligada de algumas tecnologias, e como o M. diz que é ao menos sempre tenho alguma coisa para vos dizer, ando com uma tala num dedo da mão direita! pois. a única explicação para isto é uma bola de basquet. e isto veio fazer com que apenas assistisse às aulas e fizesse dois testes, de uma maneira.. como se diz? mal e .. porcamente ! e como a C. diz isto não só me atrofiou a mão, como a cabeça! pois é caríssimo leitor, escrevo isto com uma única mão, a esquerda. O que no computador até não é grande incomodo. o espírito é pensar que podia ter sido pior.é de reflectir que para pessoas como eu, que mal se atrevem alguma vez na vida a escrever com a mão oposta, é chato tentar manter a calma para conseguir escrever legível.

Sem comentários: