sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

essa coisa que se chama ídolos #1

Os ídolos quando americanos, fazem-me crer que o objectivo de todos os concorrentes é tornar-se um ídolo, não só pelo seu talento(ou pela falta de..), mas sim pela história que trazem consigo. Porque quem vê os ídolos americanos sabe bem que antes do dito, aqueles minutos antes das pessoas mostrarem o que valem, os concorrentes explicam o que é que lhes traz ali. E de muita coisa que ouvi, é tudo, menos seguir o sonho de cantar,.. Esse é o último objectivo de um concorrente dos ídolos americanos. Mas lá que as histórias não é o que prova o talento, até me dá motivos para dizer que há gente mesmo boa neste programa. Mas gente que é melhor, ou muito melhor, que muitos artistas que para aí andam a dar concertos. Mas os ídolos, quando portugueses, não sei que raio de palavra hei-de arranjar para os descrever. Agora percebo porque é que é um programa de entretenimento, é que aquilo, na fase dos castings é melhor que os malucos do riso (também não é muito difícil pois não? - não tarda muito tenho a sic a processar-me!). Estes ao menos vão para lá para irem directos ao que sabem fazer (ou não!). Lá dizem o que os trouxe lá e por incrível que possa parecer, e na maioria dos casos, é porque gostam de cantar e porque a música lhes preenche o espaço no coração que os americanos têm vago para o programa arranjar soluções para os seus problemas.
Meus, todos nós temos os nossos problemas na vida, não estou a dizer isto porque os problemas dos outros me passam ao lado nem porque não sei o que é passar por situações complicadas - porque tenho consciência que os problemas que tive na minha vida até hoje comparado aos problemas de outras pessoas não foi nada - mas esses ditos problemas fazem parte da vida e eles resolvem-se sem ser preciso a ajuda de um programa de televisão em que todos têm de ficar a saber dos problemas e a lamentarem-se por não poder ajudar, ou então, passa-lhes ao lado porque são uns insensíveis. Pois, porque não sei se já me fiz entender, mas não sou insensível, simplesmente acho que o objectivo de certas pessoas quando concorrem ao programa, é tudo menos alcançar o seu sonho. Ou de lutar por algo que os faz feliz relacionado com as oportunidades que o programa dá.
O que é certo é que este ano, os ídolos portugueses, esforçaram-se para mostrar que Portugal não fica nada atrás no que toca a talento. E o que disse para os americanos aplica-se aos portugueses : "...há gente mesmo boa neste programa! Mas gente que é melhor, ou muito melhor que muitos artistas que para aí andam a dar concertos." porque que isto faz sentido faz. E eu explico-vos porquê.
O André Cruz é um mimo. O miúdo transborda uma sorriso lindo, esta-se sempre a rir, toca guitarra e canta bem, e fascina-me! A começar por aqui - se ele ou alguém me aparecesse com aquele sorriso e com aquela guitarra e com aquela música, meu Deus... Ouve uma parte do programa em que ele me desiludiu sim, no rap, mas já percebamos que o rap não é o seu forte!;
A Inês Laranjeira, só me faz lembrar Lilly Allen e só isso me faz gostar logo dela. Entao quando ela canta..A miúda encanta-me com aquela voz! A começar por aqui , mas revendo este momento, e esta música linda.;
Depois o Salvador Sobral, bem ele canta mas canta bem. E depois a maneira de ser, não há palavras, é engraçado, pronto.E passei a gostar mesmo dele no vídeo anterior com a Inês, e quando foi a eliminatória do piano. Bem... Fantástico!;
Depois a minha Carolina Torres que é um doce. Tem uma voz que ponto é doce. Que começou assim.;
Além destes, só a minha T. é que sabe o quanto de boca aberta eu fiquei quando ouvi o menino Filipe Pinto, aqui. Miúdo, então tu vais para lá com esse vozeirão, que cantas tão bem que dás um gosto de se ouvir que é uma coisa doida, tocas guitarra e estavas à espera do quê? hum? Adorei!
Quem me surpreendeu e que eu ainda não tinha ouvido falar era a Solange Hilário, que me fez gostar dela aqui, mesmo.    
E por último, vou falar de alguém que já não é desconhecido a Mariline Hortigueira que tem mesmo jeito para a coisa! E pronto são estes, as minhas seis esperanças dos ídolos. Não quero desvalorizar ninguém, mas tenho um carinho especial pelos antecedentes referidos! Força meus queridos, vocês são os que têm mais talento para a coisa.
E já agora, o ídolos muda totalmente o aspcto de uma pessoa, digo isto, mas vocês de certeza que também já notaram que a aparência é um caracter importante.

5 comentários:

Rosie disse...

os que eu mais gosto são mesmo a Ines laranjeira, o salvador e a carolina :)

Nespresso disse...

A minha preferida é a Inês sem dúvida!

Asiram disse...

eles são todos muito bons, mas gosto muito da pequinita da inês!!!



bom fds

'stracciatella disse...

Eu casava com o Filipe agora mesmo! xD

joão disse...

Nespresso deves de ter comido cenouras a mais para gostar do dentes de coelho (Ines).