quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Sabem do que é que eu extremamente proibida?



não é de comer batatas fritas.Mas sim de mandar mensagens, ou ligar, simplesmente entrar em contacto com certas pessoas, se é que me entendem. Estou proibida de falar para elas. Só elas é que estão autorizadas a falar para mim, se entenderem que o devem fazer. Porquê? Porque há pessoas que não nos merecem, e talvez isto seja uma maneira de ver quem são essas pessoas... que após determinadas atitudes (por vezes das mais covardes) é como se nós deixássemos de existir no mundo da sua razão, e apesar de ser o que dá a parecer, desmentem, ou simplesmente não admitem que já não fazemos mesmo parte do seu mundo.. A não ser que algum interesse brilhe no seu mundo... Apesar de "o fruto proibido é o mais apetecido". No entanto, eu tenho sempre esperanças, que um dia,para além de eu não quebrar as regras, as pessoas acordem do seu mundo e recompensem o erro cometido. Afinal, também só aprendemos com os erros. Comigo também foi assim. Portanto, se todos os humanos erram, todos os humanos aprendem com os seus erros.

1 comentário:

Clara disse...

E acho muito bem que nao quebres isso que (eu) te mandei !!!