sábado, 12 de setembro de 2009

"e a burra sou eu?"


Será que não percebem que eu, tenho uma certa razão, hum?
Porque é que se riem com a minha maneira de falar especialmente quando digo Aveiro e não Áveiro? É que não está lá nenhum acento para se ler Á-VEI-RO,  lê-se A-VEI-RO! É ou não é?
Perceberam? Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. Aveiro. . . . .

Sem comentários: