quarta-feira, 1 de julho de 2009


Se usei esta túnica, ou esta camisola (chamem-lhe o que quiserem, mas vos garanto que é roupa) umas cinco vezes foi muito. Sempre gostei muito dela, tem umas cores fantásticas, é toda bonitinha, e lembro-me que naquele dia em 2007 em que a vi apaixonei-me por ela que foi uma coisa incrível. E com um "preço especial" (o que os marroquinos fazem para toda a gente) não resisti e trouxe-a para casa. E hoje depois do treino lá fui a um café com as meninas e como cheguei a casa num "toca a despachar" só mudei a t.shirt e vesti isto. Calça, ténis, e aí fui eu ter com elas. Realmente eu tenho a mania da perseguição, ou então não... Chamemos-lhe antes, o desconforto... Como não estou habituada a sair assim para a rua, com esta camisola, tive muitos preconceitos e senti que as pessoas estavam de olho em mim... Mas chegou a um ponto em que me estava completamente nas tintas.. Para além disto, felizmente as marcas negras do meu braço (só quem tem acompanhado o blog é que está a par) finalmente desapareceram. Infelizmente o meu escaldão de sábado piorou e vocês não têm noção do ponto em que isto vai. Mas já tive mais medo (já pensava em cancro da pele e tudo - realmente sou muito maluquita o que se há-de fazer!) ... Mas os meus ombros neste momento estão num ponto em que parece que a pele estalou, estão-se a criar bolhas! E isto não é a fase antes de cair na pele, porque isto não aconteceu na cara. Desta vez decidi não tirar fotos porque acho que os meus leitores já devem estar traumatizados com cada drama que me tem acontecido, então para salvar a vossa saúde, (desta vez!) não não foi publicar. Mas posso-vos dizer que quando se passa com a mão no ombro é como se tivessem a passar com a mão numa parede (não daquelas lisas, mas daquelas que têm uns piquinhos!), pronto. Mas em troca de isto hoje tive com aquelas duas como já não estávamos à muito tempo, aquelas gargalhadas, conversas sobre história e culturas, disparates em pleno estabelecimento público (cheguei mesmo a engasgar-me) , e todas aquelas coisinhas daquele momento. Depois ainda dei uma escapadela até lá a baixo para dar um beijinho às outras meninas e depois regressei "à toca"! No meio disto houve um episódio que me passou da cabeça que se estas coisas se voltarem a repetir, não respondo por mim. (As minhas amigas acham-me muito agressiva - meto medo ao susto, não imaginam).

1 comentário:

Rosie Dunne disse...

a tunica é linda!