terça-feira, 23 de junho de 2009

Se eu podia viver sem vocês?Podia, mas não era a mesma coisa!


Para as que me apoiam, desmarcam momentos, tornam outro especiais, provocam sentimentos inesperados, estão prontas para disponibilizar o seu ombro para umas quantas lágrimas, para as que se oferecem para nos encher com abraços (de borla!), para as que nos fazem rir, para as que por vezes é como se já fizessem parte da família, para aquelas que magoam e que ao mesmo tempo nos ajudam, para as que espetam uma facada nas costas e que perdoamos (feitas tontinhas, porque algumas nem mereciam. Ou pelo menos tão rápido), para as que apoiam, para as que nos conhecem melhor que alguns membros da família, para aquelas com quem desabafamos, para as com que coscuvilhamos, para as que aturam os nossos ataques de parvalhice, para as que mesmo no momento em que te foste abaixo te metem bem lá no cimo (nem que se seja por breves segundos), para aquelas com quem partilho sonhos, aventuras, brincadeiras, ataques de mau-feitio, tardes de cinema, cafezadas, passeios, corridas, idas à piscina, idas à paria, por vezes roupas, às vezes até a cama se preciso, para as que toleram atrasos e fazem com que tenhamos paciência para estar à espera delas, para que as que nos fazem sentir saudade durante a sua ausência, e que nos metem sorrisos na cara quando as enchemos de abraços que quase as sufocamos, para aquelas com vivemos coisas que marcam o nosso dia-a-dia e ao longo do tempo a nossa vida. De facto a quantidade não interessa, interessa sim a qualidade e mais uma vez "podemos conhecer não-sei-quantas-pessoas mas as amigos contam-se pelos dedos" Dêm-se por sortudas (ou não) as 10 (primeiras)! Porque sim temos 20 dedos :) LOL Gosto assim muitinho de vocês, e parecendo que não tenho saudades de todas. Tenham passado 15 minutos ou 15 dias.

Sem comentários: