sexta-feira, 12 de junho de 2009

o meu irmão quando quer até é um querido


Mas só quando quer. Ainda à bocadinho virou-se para mim e disse que os amigos dele, quando me viram, acharam-me gira mas que achavam que eu estava a ficar gorda! Please. Podias ter arranjado outra maneira de dizer isso,não !? O meu irmão, pronto, acha-me gorda. Não estou a querer dizer que ele não gosta de mim, mas sim que se eu fosse mais magra ele gostava mais. E mais inteligente, também.
Pronto não é que eu esteja com um corpinho invejável mas também não estou assim tão gorda. Eu já quis perder peso, já andei no ginásio, já fiz várias actividades que me pudessem ajudar a perder peso, mas às vezes não consigo resistir a umas guloseimas. Não falo de chocolates, nem de doce, nem muito de pizzas, batatas fritas ou cachorros, simplesmente como várias vezes ao dia, umas mais que outras. Eu também não gosto de ver assim um pneuzito quando me olho ao espelho, mas sei que há muita gente que já ficava feliz com um corpo como o meu. Sim, sou muito preguiçosa e no que toca a ir correr, não é comigo. E depois não gosto de fazer as coisas sozinha, por isso é que saí do ginásio e comecei a correr com a minha Clara. Durou pouco tempo. Mas pode ser que nos volte a apetecer. Eu sei que também não me esforço muito para perder peso, nem reduzo nas comidas, mas também,... Não estou assim tão gorda! Como dizia a Flávia no blog dela 'Podem-nos dizer mil uma vezes que somos bonitas, mas se nos disserem uma vez que estamos gordas é o fim do mundo!' e comigo também é assim. Fico sempre a pensar no assunto, porque se às vezes eu já me acho gorda com comentários pior fico. Vou começar a ser excluída pela sociedade porque me acham gorda.

5 comentários:

Daisy Maria disse...

não sejas louca! se tu própria achas que não estás assim tão gorda.. dietas estrambolicas é que não, mesmo. mas uma corridinha não faz mal a ninguém :D (até parece que eu as faço, lol)

'stracciatella disse...

Eu tenho esperanças que, mais cedo ou mais tarde, seja adoptado um novo conceito de elegância, mais coincidente com o meu tamanho. :P

Jojozinha disse...

lool coitadinho! O q e mais importante é sentirmo nos bem cnosco! e se tu te sentes, optimo! :)

Mário Duarte disse...

Gorda!! Tu?!

Com a idade vais ver o que é engordar a sério...e com os teus trinta anos vais ter uma barrigona que valha me Deus... :) não te cuides não...

'stracciatella disse...

Podiam adoptar um modelo de elegância em que se enquadrassem as pessoas normais, mas com umas gordurinhas a mais na barriga. :P