quarta-feira, 10 de junho de 2009

não posso

deixar de escrever durante 3 dias, parece que passou um ano. Depois há sempre coisas para dizer e não sei por onde começar, ou o que devo ou não escrever aqui. Mas tinha que dar as últimas, apesar de não terem valido grande coisa, mas pronto. Numas lá se recompensou, noutras nem por isso.

1 comentário:

Mário Duarte disse...

Escrevas o que escreveres nunca te esqueças desta frase que um dia destes uma caxopa me mostrou:

"Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida"

Por isso seja o que for que escreves, só pode trazer algo de bom :P

Que coisa tão lamechas...bahhh :P