sábado, 9 de maio de 2009

SR TEMPO II com urgência


Sr Tempo sei que não nos temos dado muito bem desde hoje de manhã mas de facto, o Sr hoje não engraçou nada comigo. Hoje você trouxe muitos problemas para com a nossa relação. E eu estou muito chateada consigo. À bocado ainda tinha a minha mãe mas agora estou sozinha. E se há coisas que eu não gosto, e que detesto, é trovoada. Já nem reclamo tanto pela chuva, mas com a trovoada, sou capaz de lhe puxar os cabelos! Trovoada meu amigo, trovoada? Tenho medo. Não gosto. A chuva ainda gosto de ouvir, mas agora a trovoada? É pior que ver um daqueles armários de wrestling! Mas meu amigo faça-me dois favorzinhos pequeninos e urgentes. Pare com a chuva e com a trovoada, para eu não ir comprar à última da hora um sobretudo, está bem? Vá lá eu tenho que me pôr bonitinha, não é um jantar qualquer... Vai lá estar gente importante da minha vida! Para estarmos quites, se me fizer os favoreszitos (que são muito práticos de se fazer) eu até nem me importo (porque é uma maneira de estudar) que amanhã chova torrencialmente. Pode ser? Troca por troca? Sim?

Desde pequenina que me disseram que quando troveja é porque Deus está zangado connosco! E se assim for... Não desculpa um bocadinho!

3 comentários:

Mário Duarte disse...

Daniela...estou solidário contigo...Hoje não há Queima das Fitas para ningém... :S

Mário Duarte disse...

É demais para mim!!!!Deves ser muito boa tu...tótó :P

Acredita...não queria uma daquelas...xiça...

Quero uma normal, que seja minimamente inteligente e que goste de mim...aquelas pareciam-me um pouco oferecidas e desprovidas de cérebro...bahhh

Rabisco disse...

Sempre achei piada a estar perto de alguém que tem mais medo de trovoada que eu!
Confesso que esta noite metia respeita!

=)