quinta-feira, 7 de maio de 2009

homossexualidade III Bissexualidade I

Homossexualidade não é algo que aceite a 100%, já a bissexualidade aceito a uns 70% , mas o que aceito melhor é a heterossexualidade. Pronto. Sou assim. Tal como a voluntária da rede ex aequo a nossa orientação sexual não é uma opção, não é hoje apetece-me ser homossexualidade, amanhã apetece-me ser bissexual e depois de amanhã heterossexualidade, não é uma opção é uma coisa nossa, que vem cá de dentro.
Tenho que repetir(ou sei lá se referir) que para mim é mas é muito mais vulgar, e mais aceitável uma rapariga sentir que se está apaixonar por outra do que propriamente ver um rapaz a apaixonar-se por outro. Tal como a Tila (para quem não me entende a 100% explico mais abaixo...) eu acho que sim uma relação com um homem é boa, mas os homens não conseguem, nem conseguem perceber uma mulher. Tal como de certeza já ouviram dizer, as raparigas crescem mais rápido que os rapazes mas não é só por isto, as raparigas têm sempre uma mentalidade diferente. E percebem mais dos assuntos sentimentais que os homens, verdade seja dita. É por isso que raparigas como eu se pudessem juntavam a um homem n de componentes de uma mulher, é algo que vá diga-se desejável. Mas nada é perfeito, muito menos os ser humano. Ainda não deu para perceber que sou 99,9% heterossexual e 0,1% bissexual pois não? Pronto não é uma opção, é uma coisa minha. Eles são bons, irresistíveis, desejáveis mas elas têm algo que os preenchia! Há alturas em que uma miúda até se confunde. Sim é isso. Eu ás vezes tenho uma panca para aquela melhor amiga, possas, não há ninguém que me entenda a 90% como ela, nunca na vida um homem me apareceu assim na vida, pronto. Pode ser que a sorte grande me sai depois de todos estes posts. Mas é isso, pronto. No que toca a sentimento e maturidade ela tem de uma maneira que nenhum homem na minha vida já teve. Mas no entanto ficamos só pela amizade, somos ambas heterossexuais mas não vivemos uma sem a outra. Mas agora andando mais com este post para a frente,.. Há séries televisivas que demonstram +/- como é a vida de pessoas homossexuais e/ou bissexuais, como:

A Double Shot At Love with Tila Tequila

A Tila é bissexual, no programa tinha rapazes e raparigas e entre os candidatos, na segunda série escolheu uma rapariga. Na primeira série tinha escolhido um rapaz mas as coisas não deram certo.

The L world

Série de mulheres lésbicas, perfeitamente normal. O mundo lésbico.

A Double Shot At Love with Ikki Twins

Uma série de duas gémeas bissexuais á procura do seu homem ou mulher, de cada.

E são estas as séries televisivas que conheço que demonstram orientações sexuais diferentes.

Sem comentários: