sábado, 25 de abril de 2009

qual é a parte


do eu gosto de abraços que ninguém repara?

" Os abraços:
São dietéticos( não engordam a alma e não causam doenças ou cáries.
São totalmente naturais( principalmente os que vem do coração).
Não contém conservantes, ingredientes artificiais ou pesticidas.
São livres de colesterol, adoçados com ingredientes disponíveis na natureza e não industrializados e são totalmente recicláveis.
São fáceis de transportar e não necessitam de pilhas ou baterias...eles estão dentro de nós!
Estão isentos de impostos, totalmente regeneráveis e auto-suficientes energeticamente aconselháveis para dias frios e chuvosos"

2 comentários:

Mário Duarte disse...

Também gosto de abracitos...quém não gosta?

o pior é arranjar alguém que nos abrace que não sejam os nossos pais ou outros familiares mais chegados...

Na Queima de Coimbra costuma andar por lá um rapaz com um cartaz "ABRAÇOS GRÁTIS"

Secalhar vou fazer o mesmo... :S

Rabisco disse...

Qual é a parte de "eu também" que ainda não percebeste?

Venham todos os abraços, venham todos os palhaços...mas abracem-me!

=P