quinta-feira, 30 de abril de 2009

melhor foto da "baldada"



(fotodaqui)
Em Coimbra foi assim:


Ontem, aqui em Tomar foi (mais ou menos assim, porque este vídeo é do ano passado,) assim:


E pronto. É assim a vida académica.
Nunca vi escrever tão cedo... Como já estava um quanto atrasada para a primeira aula (apesar de me ter levantado ás horas habituais) decidi não ir. Sim eu sei podia ter ido, mesmo apesar de ter falta (ou quem sabe por sorte não ter) mas não-sei-porquê, fiquei.
Como não sabia o que fazer (pronto até sabia, podia voltar a dormir, mas tenho um grave problema.. primeiro que adormeça... sim por mais sono que tenha custa-me muito adormecer ou voltar a adormecer) em vez de ficar no meu quarto no meu computador, não.. Decidi dar uso ao portátil e vir para a sala. Aqui ao menos sempre posso ver canais da tv cabo que não chegam ao quarto (no quarto são só 40 aqui são muitos mais que 40) mas liguei a televisão para ver as noticias. E para não comecar mal o dia desliguei. Só ouvi mesmo a da gripe suína ao que parece o número de mortes no méxico já vai em 176, e a Europa não se safa, pode por enquanto ainda não haver registos de morte, mas há uns quantos afectados(encontrei aqui um artigo, mas não sei qual é que é mais mentiroso, se era o da televisão ou se é este). Lembrei-me que ontem também disseram que Portugal estava bem protegido e que não havia razões para alarme. Tudo bem meus queridos. Os portugueses confiam tanto nos políticos que não tarda nada estamos como o México.
Continuando, as minhas andanças pela internet de manhã dão em muita como isto..

"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite.
É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus.
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.
Se as coisas não saíram como planeei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende só de mim." Charles Chaplin

quarta-feira, 29 de abril de 2009

tenho que marcar presença

Amanhã tenho de arranjar boleia para ver as tunas e os trabalhadores do comércio!

'tão a ver Coimbra? não tem nada haver

Uma pessoa, desce a cidade para ir ao único balcão de um certo banco (nesta cidade) e acaba por ficar metida entre os estudantes do Politécnico. É verdade. Mas quando a a cabeça dessa pessoa não sabe quando é a semana académica da sua cidade e está desejosa por chegar o dia em que vá á queima a Coimbra, depara-se que está a decorrer, na sua cidade, a semana académica. Estão a ver Coimbra? A queima? Pá não tem nada haver.

Este ano é assim. Os Xutos e Pontapés vieram cá e eu só soube hoje. Aqui também temos rally das tascas. Mas também só soube hoje. Já tinha visto vários anos doidinhos-maluquinhos a andarem pela cidade em tratores e carrinhas com toneladas de água, cerveja e sangria, vestidinhos com a roupa menos boa e acabarem o dia em estado de hipotermia, mas só hoje é que me apercebi que isto é a baldada (quando me disseram isto lembrei-me "bem, hoje vou-me baldar ás aulas", mas também não tem nada haver... Vamos é andar todos á baldada com baldes de águas, pois.. faz mais sentido se calhar.. eu sei). O que é certo é que eu não faço parte deste grupinho de estudantes e cheguei a casa com um cheiro a cerveja e andei uns bocados (de tempo) com a roupa molhada. Amigos não era suposto ter sido assim! Já a minha Ritinha dizia "Nós qd a bebemos não damos pelo cheiro" pois rita, sabe muito melhor do que cheira, é verdade..
Posso concluir que sou uma inculta, com a minha própria cidade, eu sei. Mas também sei que lá no fundo a minha cidade até faz umas cenas bacanas! Bem, mas deixem-me falar-vos do desfile académico (a tal BALDADA)

Palavaras para quê? Pronto ao que parece as condições climáticas eram mais favoráveis o ano passado, o que deve significar que eles vão ficar doentinhos! Para o ano juro que faço um papelinho com' Abraços Grátis' para os aquecer um bocadinho. Coitadinhos. Vivo numa cidade tãoooo engraçada (duas ou três vezes por ano(nestas coisinhas da juventude) ou uma de 4 em 4 ( festa dos tabuleiros) Pronto e dou por concluído este post

terça-feira, 28 de abril de 2009

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim


"Não importa onde você parou...
Em que momento da vida você cansou...
O que importa é que sempre é possível recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo...
É renovar as esperanças na vida e, o mais
importante...
Acreditar em você de novo.
Sofreu muito neste período? Foi aprendizado...
Chorou muito? Foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
Foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só diversas vezes?
É porque fechaste a porta até para os anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
Era o início da tua melhora...
Onde você quer chegar? Ir alto?
Sonhe alto... Queira o melhor do melhor...
Se pensarmos pequeno... Coisas pequenas teremos...
Mas se desejarmos fortemente o melhor e, principalmente, lutarmos pelo
melhor...
O melhor vai se instalar em nossa vida.
Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura"
Carlos Drummond de Andrade

Spinnin' Round


sober - pink
"I don't wanna be the girl who laughs the loudest or the girl who never wants to be alone I don't wanna be that call at four o'clock in the morning 'cause I'm the only one you know in the world that won't be home I'm safe up high nothing can touch me but why do I feel this party's over? no pain inside when it's good, then it's good, it's so good, 'till it goes bad till you're trying to find the you that you once had I have heard myself cry never again broken down in agony and just trying to find a friend But how do I feel this good sober?"

são de várias marcas e sabores, são variados


"Namorados. São uma coisa porreira. Dão-nos rosas, escrevem-nos poemas, compram-nos cartões com ursos ramelosos e “fofinhos” da colecção Forever Friends, olham para nós com aquela expressão que têm os cães da União Zoófila e enchem-nos os dias de amor e romance. Os mais dotados e dedicados trazem o pequeno almoço à cama, cantam-nos Caetano Veloso ao ouvido – ou, no mais apurado estilo poético, declamam David Mourão-Ferreira num tom que só nós ouvimos – levam-nos às Caraíbas, oferecem-nos livros maravilhosos e discos inesquecíveis. Os mais tradicionais gostam de nos levar a jantar fora aos restaurantes da moda, os artísticos preferem levar-nos ao teatro, ou a Porto Brandão numa romântica viagem de cacilheiro ao fim de semana com as gaivotas por companhia e meia dúzia de gatos pingados avulso no mundo.·
Namorados. São uma coisa porreira. Fazem-nos sentir a nós mulheres bonitas, únicas, amadas e desejadas. Chamam-nos Pequeninas, Princesas e outras delícias para o ouvido e o coração, enchem- se de paciência para ouvir os nossos desabafos e alinham com os nossos amigos. Alguns até têm um dom especial para lidar com as nossas mães, mas isso é uma singularidade rara, não podemos contar com ela no comum mortal.·
Namorados. São uma coisa porreira. Até ao dia. O dia em que acordam e ficam com dúvidas, acendem a luz de alarme do complicómetro e começam a pensar no-que-é-que-isto-vai-dar, ou então ligam o radar que é outra peça que vem sempre acoplada ao macho e descobrem que o mundo está cheio a abarrotar de Princesas, Pequeninas e outros seres maravilhosos com longas pestanas, calças de ganga justas e cabelos compridos. E que muitas delas, coitadinhas, estão tão sozinhas, mesmo a precisar de companhia.·
Como dizia o outro – desculpem andar-me a repetir com citações, parece que já usei esta, mas para mim é mais ou menos como o puré de batata nos menús dos colégios, dá para tudo – o homem caça e luta, a mulher intriga e sonha. E caça mesmo. Perdizes, narcejas, galinholas, Cláudias, Kátias ou Luisas, tanto fazem. No couto ou no Lux, é indiferente. Ao meio-dia num campo descoberto ou às cinco da manhã na pista da Kapital, não é relevante. O que o Homem gosta é do acto predador: se é um safari no Quénia ou uma saída na movida lisboeta, tanto faz. Há que apanhar uma presa e dar-lhe cabo do canastro. O que é preciso é um tipo manter-se vivo, dizia-me outro dia um caçador nato. Como se a vida dependesse disso.
Namorados. São uma coisa porreira, se nunca nos esquecermos que são como os iogurtes: saborosos, docinhos, deliciosos, mas com prazo de validade. Mas há que olhar para o lado do bom da coisa e fazer como diziam os romanos carpe diem, que é como quem diz, aproveitar o dia e esperar pelo dia seguinte sem esperar nada. Com um bocadinho de sorte, pode ser que ele ainda lá esteja, ou telefone, ou não lhe tenha apetecido ir às narcejas. Ou às Cláudias."

Sempre mas sempre gostei da Margarida Rebelo Pinto, sempre

é na boa!

é na boa eu só me deixaram pendurada duas vezes, no mesmo dia, e consecutivas! é na boa tudo o que se passou hoje!


Acho que nunca fui tão paciente

eu sempre soube


que estudar na véspera nunca favoreceu ninguém. Mas agora tenho a certeza. No entanto se não tivesse visto as questões do intermédio no ano anterior não tinha a certeza que pelo menos das duas que vi e saíram no teste uma tenho a cotação toda, quanto à outra espero que vá pelo mesmo caminho.

Por outro lado não me arrependo. Só me arrependo do que não fiz (tipo ter estudado à mais tempo)

Correu bem mal

segunda-feira, 27 de abril de 2009

quando cheguei a casa


tinha a porta aberta e não estava ninguém em casa!
Entrei devagarinho, perguntei se estava alguém em casa, fui buscar o cabo da vassoura e fui revistar a casa! A sério que quando saí de casa à hora de almoço fechei a porta. E habitualmente costuma fechar com as chaves, mas hoje que puxei e ouvi o estrondo custa-me a acreditar que não a tivesse deixado fechada. Mas depois de a revistar reparei que à partida está tudo no sítio, não me assaltaram a casa nem vi ninguém,. Olhem que se deixei a porta aberta durante 5h é preciso ter muita sorte! A minha C. e eu apanhamos um escagacito! Mas depois lá lanchámos numa boa! Possas, que cena. Que sorte.
Ah, mas amanhã é o teste de Biologia! Eu não quis estudar no fim-de-semana não tive tempo (porque andei muito busy com as compras e com as viagens, e com os passeios, etc. e tal, mas acaba sempre assim, com arrependimento e com nervos á flor da pele) Este teste e o de matemática desta quarta a oito são muito importantes. Mas pronto não vou desistir e espero que corra o melhor porque daqui a mais um bocadinho vou mesmo estudar!

na sexta feira passada

O Mário falou da gripe suína e eu tão pouco me lembrei de falar de porcos na sexta feira passada. E nessa altura nem ia suspeitar que tal coisa acontecesse. Mas oh Mário, o vírus já está na Europa. Ontem ouvi falar de 3 pessoas na França e 2 em Espanha, isto tem q se ter cuidado. esperemos que entretanto se arranja solução como foi com a gripe das aves! Mas perguntam vocês o que é que uma coisa tem a haver com a outra? Eu explico-vos. Na sexta-feira passada tive uma actividade laboratorial, ou melhor experimental. E nesta actividade trabalhámos com corações de porco. O objectivo era entender a morfologia do coração e tantas coisas que agora não me apetece exemplificar. Fizemos esta actividade com o coração de um porco porque ao que parece é o que mais se parece com o nosso, e eu gostei muito da actividade.
Apesar de me fazer impressão, porque no fim de contas, eu tenho um igual, e estar com um coração nas mãos fez-me pensar em muita coisa. Mas o coração era lindo, e foi das melhores aulas experimentais (a seguir à dos microscópios, claro), e eu gostei muito (Já tinha dito?). Fez-me realmente perceber como é o coração, como é que ele funciona, como é que ele é mesmo, as funções disto e daquilo. Foi simples e fantástico. Fantástico foi ter que responder a umas questões(inhas)! Deixo fotografias que tivemos oportunidade de tirar e com autorização da minha querida professora de Biologia (desta gosto mesmo)!






domingo, 26 de abril de 2009

fazes-me tanta falta


MELHOR AMIGA!
Sou sim uma ciumenta e então?
Minha C. estou muitinho contente por ti, por esse amor, por esse raio de luz que veio iluminar de novo a tua vida, mas não sabes que tenho muitas saudades tuas? Tenho saudades de ter a tempo inteiro, só para mim. Saudades tuas e do teu ombro. Eu sei vá não é assim tanto tempo, mas tu fazes-me tanta falta! Também sei que não te estás a afastar, entendo todas as coisinhas. Mas sinto falta da tua presença constante. Foi preciso ires para longe para te fazer um post destes! Mas tu não percebes? Tu és a essência da minha vida. Já lá vão 7 e viram muitos mais, e tu estarás sempre aqui e eu aqui. Tu para mim e eu para ti. Sinto a falta do teu apoio, das tuas opiniões, dos teu «acho que..» , «vejo que isso te faz feliz por isso fico contente», «Oh Daniela», e tantas mais coisinhas. Sei que amanhã já te vou poder ter para mim, e estou tão anciosa. adoro-te tanto C.


Fuck you, fuck you very, very much
'Cause we hate what you do
And we hate your whole crew
So please don't stay in touch

Fuck you, fuck you very, very much
'Cause your words don't translate
And it's getting quite late
So please don't stay in touch

guarda roupa, querido


já estás contente? É que esta brincadeirinha ficou em quase 200€! Comprei-te 5 calças, umas botas, umas t.shirts, uns tops, um casaquinho e uns cintos. Se calhar até foi pouquinho, mas o que conta é a intenção!

Ontem foi o dia da liberdade, e eu fui ás compras! Liberdade para gastar dinheiro. Fui até ao carregado. No caminho a minha mãe deixo-me conduzir um bocadinho. Duas ultrapassagens(a camiões) e o máximo foram os 110km/h.
obrigada pai(espero que também tenhas gostado do guarda-roupa que te trouxemos)

sábado, 25 de abril de 2009

Já a minha F. quando me perguntava se eu andava com alguém e lhe disse que não, dizia que assim é que eu estava bem. Estar até se está, mas faz sempre a falta daquele alguém que nos abraça e nos dá uns miminhos. Aquele rapaz que nos leva a um cinema seja num edifício público ou até mesmo na casa dele. Aquele que todas as miúdas querem que apareça para lhes mudar a vida de repente. Aquele que lhe faz sentir umas coceguinhas na barriga e as faz ficar uma hora a olhar para o guarda roupa só para se sentirem umas princesas ao lado deles. O que vem com um ramo de flores quando sabe que é dele e não das flores que ela num dia precisa . O que até pode cozinhar mal, ou ser um grande cozinheiro mas não nos deixa passar fome, estejamos na nossa ou na casa dele. É o nosso abrigo do sexo oposto. O que não nos larga porque somos a coisa mais importante da vida dele e não nos trocam pelos amigos. É sempre aquela perfeição que queremos sempre ter, quando sabemos que o amor é cheio de imperfeições e é por isso que lhe chamamos amor. Não porque é perfeito, mas porque apesar das imperfeições não há nada que nos faça mais felizes. Mas ela perguntava-me se o que eu queria era prender-me já alguém, e deixar de viver quando dizia que era o que ela não queria. Não que o seu príncipe não fosse a coisa mais fantástica da vida dela, que ela troca pelas amigas, mas haveria de chegar o dia. Pode ser que quando eu o deixar de desejar o meu príncipe realmente apareça. E por muito que ache que sei quem é, só o destino o provará. O que é certo é que um príncipe imperfeito faz muita falta aos meus dias. Mas ele vai aparecer um dia, nem que seja o príncipe adversário ao príncipe imperfeito!
como todas as mulheres sou ingénua e gosto de acreditar que há homens bons

Era uma vez uma princesa que também foi deixada pendurada pelo seu príncipe, e sabes qual foi a moral da história? Nunca mais teve de lhe lavar as peúgas, de lhe passar as camisas, de limpar os pêlos que ele deixava na banheira. E Sabes que mais? Viveu feliz para sempre!

trigésimo quinto aniversário


do 25 de Abril de 1974!
(site do 25 de Abril)


http://www.youtube.com/watch?v=FUMQ8N9zQNg
http://www.youtube.com/watch?v=RhDXm9fu1P0
Eu não sou deste tempo, e os meus pais já mal se lembram, nesse tempo eram mais novos que eu (agora). Tal como tantos outros jovens, a história nunca foi o meu forte. Mas sempre soube que este dia é histórico, e que fez a diferença no país. De manhã acompanhei alguns discursos e não é por acaso que me quis dedicar ao estudo deste dia. No meio do youtube pude encontraralguns dos vídeos que coloquei neste post. Também encontrei este que revela que as pessoas cada vez ligam menos a história. Principalmente os jovens entre os 15 e os 17 anos. Façam um estudo sobre quem gosta de aulas de história, quem gosta de aprender e saber história e depois sabem o porquê. Eu por exemplo, gosto de história. Gosto de saber coisinhas pequeninas, agora ter que saber tudo por tim tim não é algo que me fascine, e então aulas de história nunca foram o meu forte. No entanto eu acho que também não ía conseguir responder às questões por isso fui ao site da presidência descobrir quem foi então o primeiro presidente da república, Manuel de Arriaga. É isto não é? E são 27, os estados membros da União Europeia. O Sr Cavaco Silva de manhã citou que 'se tomarmos as decisões certa conseguimos vencer a crise' (não sei se as palavras foram mesmo assim, mas foi isto que ele disse). Pode ser que com as eleições isto melhore, não sei o que hei-de esperar do meu país depois de tudo o que ouvi hoje. No entanto ao que parece no Porto uma senhora disse que se em vez de estarem a fazer discursos na assembleia e fossem ver as pessoas que puseram na miséria era muito melhor. Também ouvi que riqueza para os políticos, pobreza para o povo. E andamos nisto. Políticas contra políticas que baralham as pessoas e deixam o país no seue stado actual. Bom bom era falarem com as pessoas que viveram o 25 de abril e os anos antes e pô-las a dar a história da altura, isso sim. Ainda tenho que perguntar à minha avó como é que ela relata esses tempos.

Onde estavas tu no dia 25 de Abril de 1974?
Eu não estava (viva) nem tão perto haveria de chegar o dia em que cheguei ao mundo. A minha professora de geografia disse que nesse ano, e nesse dia ela estava proibida de ver televisão e de sair de casa. Antes ou depois muitas foram os alunos que partiram a escola aos bocadinhos, por aqui, e que nesse ano independentemente de transitarem ou chumbarem, todos passaram para o ano seguinte. Também devíamos ter direito a tal. Mal me lembro de outras coisas que ela disse. A minha mãe tinha 8 anos. O meu pai tinha 10. Portanto só mesmo os antecedentes dos mesmos é que poderiam realmente dizer o que se passou.

qual é a parte


do eu gosto de abraços que ninguém repara?

" Os abraços:
São dietéticos( não engordam a alma e não causam doenças ou cáries.
São totalmente naturais( principalmente os que vem do coração).
Não contém conservantes, ingredientes artificiais ou pesticidas.
São livres de colesterol, adoçados com ingredientes disponíveis na natureza e não industrializados e são totalmente recicláveis.
São fáceis de transportar e não necessitam de pilhas ou baterias...eles estão dentro de nós!
Estão isentos de impostos, totalmente regeneráveis e auto-suficientes energeticamente aconselháveis para dias frios e chuvosos"

fico pelos cabelos


Já disse que não gosto de ti quando abres a boca para dizeres essas coisas parvas a torto e a direito? Meu amigo tenho um carinho por ti e detesto quando fazes as coisas assim. Irritas-me! Fico com uma vontade de espetar uma caneta na tua garganta! Fico irritada. Fico fula. E de um momento para outro metes-me mal disposta e com vontade de te mandar para um certo sítio! Detesto-te! Mas por outro lado, pertences-me tanto. E não me imagino a viver sem ti, amigo. Mas a sério que me deixas, por aqui, pelos cabelos! percebes-te? odeio-te mas odeio-te.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

"mens sana in corpore sano"

Percebem latim? É que eu passei logo para o Português. Não aprendi latim antes do Português, mas disseram-me que era "mente sana e corpo sano", disseram!
O resultado de chegar atrasada à aula de português resumiu-se em saber por alto que nesta quarta-feira (hoje) não ia haver aula, porque no âmbito íamos a uma conferência. Nem tinha percebido sobre o que era. Soube que era um projecto do 12º ano, de área de projecto, e ao que parece era sobre saúde. e sabem qual é a primeira coisa que os alunos pensam quando vão ter uma 'visita de estudo' (ou algo que se pareça!)? Fixe, não temos aula! Sabe bem quando são as aulas de que menos (ou nada) gostamos! É, eu ás vezes também penso um bocadinho assim. E então fomos à palestra no meio da aulas da manhã! Quando chegámos ao auditório deram-nos um folheto e sabem qual era o tema? "Depressão nos Jovens". (Cá para mim isto é um sinal, para me dizerem de vez que estou a entrar em depressão. Primeiro é a explicadora, que me diz que isto não é normal na minha idade e que devido ao que tem acontecido que eu poderia estar a entrar em depressão. Depois aconselha-me ir à psicóloga, lá vou eu. Para a pedopsiquiatria! Fui lá matar saudades, conversinha para 'analisar' e.. pimba! uma hora e meia. E antes disto era a minha mãe que queria que eu fosse ao meu médico de família pedir-lhe anti-depressivos e calmantes. E ainda antes disseram-me que eu não me estava a aperceber, mas que me estava a isolar. E que andava a bater mal. Mas eu tinha avisado logo no inicio que ainda ia ter um esgotamento, mas nunca pensei que isto fosse sério! E agora andamos nisto. É um sinal). Bem e esta palestra contava com a presença dos elementos do grupo, com um professor/director de turma e com uma psicóloga (que pela minha infelicidade não era a minha!). No decorrer da conferência e na leitura do folheto, num assunto tão grave tinha que vir um pior! Então não é que aqueles sacanas disseram que o chocolate ajuda a combater a depressão? Porque tem efeitos anti-depressivos (devido à teobromina e feniletilamina). Então meus queridos é desta que acabo com a suposta depressão e ganho um excelente peso! Estou a brincar, na verdade até já enjoei de chocolate. (Claro claro e amanhã passo a ser a pinókia!) Enfim. Mas claro ainda foi dito que devemos praticar exercício físico PELO MENOS 30 minutos, por dia! Alivia o stress, melhora o humor e o bem-estar e ainda a tensão e a ansiedade, isto é dupla promoção! É desta que vou voltar para o ginásio! Deixei-o porque me sentia sozinha pode ser que agora isto vá ao sítio. Fiquei terrivelmente assustada quando li que a depressão pode levar os jovens a cometer o suicídio, e que esta é a segunda principal causa de morte entre os jovens! Credo. Isto é que realmente nunca me tinha passado pela cabeça, nem tão pouco espero que passe. Os sintomas é que são fascinantes, porque na lista 10 há para aí 1 ou 2 que não fazem parte do meu dia-a-dia! Isto é grave. Mas a verdade é que cada vez me sinto menos bem com certas coisinhas relacionadas concretamente com os factores de risco nomeados (Família, Escola, Namorados e Amigos, Álcool e Drogas). Destes cinco namorados não é que não tenho, drogas também não que não consumo, quanto aos outros vou buscar um bocadinho a cada. Meus mas isto não me aprece assim anda de grave! Grave é receber um certificado de participação na palestra! Porque eu não sei para que é que aquilo serve! Ah esperem lá, se eu puser aquilo no meu currículo devo ter logo trabalho garantido! Se não foi para pôr no currículo foi para nos darem a certeza que estamos realmente todos a entrar em estado depressivo! Não sei qual das duas é que estará mais correcta. Mas gostei da palestra, especialmente do bombom de chocolate que deram a cada a um... quanto aos outros não sei, mas a mim soube-me bem. E como é um estimulante de bom humor, segundo o panfleto, pode ser que se eu comer chocolates ande sempre bem disposta. Sim porque eu sou verdadeiramente uma jovem muito instável. Há quem diga que é por causa do signo, mas se calhar é por causa da depressão. E agora a sério, espero que o meu caso não seja grave, porque se for..

Lembrei-me agora que se calhar o melhor é eu por chocolates na mala (agora com o calor e tudo) sempre que tiver de mau humor como um e fico logo bem. E nesse caso em vez de ganhar 1kg por dia ganho 5!

aqui há donzela!

mário devido a teres um post sobre a serenata no teu mirabulástico blog, eu digo-te como é que é. A serenata é isto:

Deixa saudade e uma gotinha ao cantinho do olho. Esta foi para mim (pela tuna universitária da madeira) em 2007, acho que nunca dei tanto valor a uma serenata :p ! Mas a de Coimbra... (considera isto como um convite) não sei como é! Ouvi dizer é que não há nenhum espírito académico como o de Coimbra (segundo experiências,porque ainda não chegou a minha)! E é por Coimbra ser como é que me leva a pensar que se lá entrasse era para ir para melhor!

[Apesar do vídeo 'tar um bocadito mal gravado (sem criticas, claro!) é preciso relembrar que vale mais isto do que não ter como recordar (:]

terça-feira, 21 de abril de 2009

ás vezes um carinho cai bem

Shiuuuu não sei quem és, mas esta foi uma boa ideia! Eu já precisava de um, nem que fosse virtual!

Porque ás vezes um faz falta. E os abraços para mim são muito importantes. Dão mesmo aquela sensação de que estamos seguros (a alguém), que se cairmos, temos onde nos agarrar. E eu gosto muito de abraços. não só por isto, mas por variadas razões! Hoje eu já merecia um assim

pela segunda vez, este vídeo volta ao meu blog


E ele diz tudo o que é preciso

é engraçado

que só o hoje é que me apercebi, que todos aprendemos, uma e mais do que uma coisas. É que é todos os dias. Não é dia sim dia não, é dia sim dia sim.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

No outro dia esqueci-me de dizer que aquela imagem do livro de reclamações foi tirada da net, mas no que toca a retoques foram dados por mim. Não foi só por lá o meu nome e o email, foi modificar a imagem e onde estava livro colocar email, é só um pequeno lembrete.

o hi5 também tem destas coisas

Para além dos media, muitos são os emails e as mensagens que recebemos a pedir ajuda da parte de alguém desconhecido. Isso mesmo, para mim desconhecido. Eu sei que é um assunto sério e somos sempre ensinados a não brincar com coisas sérias. Mas tudo é possível, e eu até posso ser muito dramática, mas realmente nunca sei quem está do lado de lá. Hoje recebi uma mensagem para ajudar a a Teresa e deixo aqui os links dos vídeos.
Sinceramente não pensem que não gostava de ajudar estas pessoas que precisam de alguém, de algum de nós, mas não sei se consigo acreditar e ou mesmo ajudar. Mas mesmo assim partilho com as pessoas que quiserem ver e de algum modo continuar a passar a mensagem. No fundo espero que muitas destas coisas que correm pela internet, não sejam qualquer coisa para tráfego de orgãos ou angriação de dinheiro, interesseiros, à custa de pessoas que realmente necessitam e ajuda. Quero que para estas pessoas as coisas corram da melhor maneira possível.

http://www.youtube.com/watch?v=J_Ou7ZHtnog
http://www.youtube.com/watch?v=rWEIv75yWeQ

:O

Na minha hora de almoço, a minha T. lembrou-se de falar sobre qualquer coisa de talentos, e nem liguei muito, porque desconhecia. Mas lembrei-me à pouco de ir à pesquisa. Ela tinha dito que uma senhora de 47 anos, gorda (salientou) foi aos talentos e que se começaram a rir mal ela entrou, mas desde que começou até que acabou as pessoas até se levantaram para aplaudir. 'Eu acho que as pessoas não se devem julgar pela aparência' foi mais uma das coisa que ela disse em menos de 2min. Eu lembrei-me de ir conhecer tal coisa e era disto que ela se referia. Isto é daquelas coisas que uma pessoa fica mesmo de boca aberta! (Foi graças à chamada com a C. que o vídeo lá me apareceu! Mas também tava a procurar na américa quando era dos britânicos) Enfim, vejo e volto a ver.

e para variar, emocionei-me

ratacu

Hoje para começar bem, mas mesmo bem a semana da parte da tarde as minhas amigas descobriram que ....Eu tinha um grandíssimo buraco nas calças. Mas não o tinha de manhã. A culpa é das cadeiras da escola, ou das bancadas. Ou então dos cabides dos balneários. Se calhar foi o meu rabiosque que adquiriu um novo tamanho! Se calhar foi mesmo das calças, que já tão fartas de mim. (Esta última opção deve estar errada, deve ser por outro motivo qualquer.) Mas as minhas amigas, queridas (para além de gozarem comigo) emprestaram-me umas camisolas para atar à cintura, para não andar a desfilar com este BURAQUINHO, PEQUENINO por aí!
Se calhar foi o meu guarda-roupa que me 'rogou' uma praga para eu o renovar. Oh querido até eu queria, e assim que puder... Renovo. Agora em vez de comprar um par compro meia dúzia (de pares, já agora!) Sempre que quero comprar roupa nada me agrada, estou para ver se é isso que se segue.

Mas deve ter sido (só) um rato, maroto.

agradou-me

Sábados chuvosos são chatos. Aparecem assim para nos estragar o fim-de-semana! Julgamos nós. Um sábado chuvoso, é tão igual como um de sol. Pronto se calhar até não é. Umas vezes melhor, outras piores. Este meu sábado, mesmo apesar de 'tar d'chuva e não ter combinado nada para a noite, recebi um convite inesperado! Primeiro estranha-se e depois entranha-se. Um convite de um amigo meio distante. Há aquelas pessoas que tão todos os dias presentes na nossa vida. Umas fisicamente e outras mentalmente. Depois há aquelas ao contrário. E ainda há aquelas que ora estão muito presentes fisicamente ora muito mentalmente. Mas mesmo assim ainda há aquelas que é o contrário. Portanto como podem imaginar há vários tipos de pessoas que entram no nosso dia-a-dia. Como aquelas que têm sempre um bichinho, de amor ou ódio, e até os dois ao mesmo tempo. Nem sei bem. Há sempre inúmeras condicionantes,e maneiras e muita mais coisa. Então esse convite levou-me a despachar-me em meia hora, sem jantar e rumando à maré. Ainda chovia, mas mal se sentia. Foi diferente, porque assim o é,sempre. Desta vez, para além do convite inesperado, surgiram também ofertas. Ofertas de bebidas! Pagas tu, pago eu. Pagas-te mais mas da próxima é ao contrário. Voltas meias voltas não nos podíamos adiantar muito, que no dia a seguir eles tinham jogo. E porque não também quebrar a rotina de um domingo? Em vez de ficar a dormir até ás 11.30 fica-se pelas 9.30 pequeno-almoço, duche e siga dar 3 passos para ir ali ao lado ver o jogo. Mal chego lá mais um quebra rotina. Reencontrei outro grande amigo meu, que já não via a algum tempo. E ainda era só de manhã! Almoço de família, e de seguida, hipermercado, rumo à bebida. Tarde de televisão e conversas, logo a seguir bebidas e depois era o jogo, mas desta vez da meninas. E estas são brutas (a jogar)! Depois voltámos aquela casa, logo a seguir, fomos (acabar) de ver a patinagem artística. Já chegámos lá no fim, mas mesmo no fim, porque já só vimos a entrega dos prémios! Logo ao lado, era o jogo de futebol e lá vimos um bocadinho. Voltámos a casa, mais conversa, mais televisão. Mais amizade. Volta não volta tive que regressar a casa. E já estava atrasada! E contudo foi um fim-de-semana diferente, e igual.. Porque mais uma vez tocar nos livros? Não apeteceu. Ou melhor não calhou! Dormir? Pouco. Se nem tinha dormido na noite anterior e naquela já devia ter coisinhas feitas, pronto. Hoje lá comecei a semana com aquela cara de-que-dormia-mais-umas-horinhas! Vá lá, a de mau humor ao menos ficou em casa
Não tinha tido tempo suficiente para escrever mais coisinhas por isso hoje voltei, e estou naqueles dias em que tenho sempre algo mais para acrescentar (:

domingo, 19 de abril de 2009

email de reclamações


A partir de ontem adicionei algo novo ao meu blog. Downlodei uma imagem do livro de reclamações, e fiz o meu 'email de reclamações'. Está disponível (como o nome indica) para reclamações e sugestões. Críticas e elogios são bem-vindos. Qualquer coisa mesmo. Seja ideias para melhorar (este indecente) blog, seja para conversar, par qualquer coisinha mesmo!

destaquesjuvenis@gmail.com

sábado, 18 de abril de 2009

num sábado de manhã

também posso falar sobre Centrais Nucleares.
Podem-se rir, mas para mim uma Central Termoeléctrica, ou uma Nuclear eram quase a mesma coisa. Visto que vi Centrais Termoeléctricas com aquelas chaminés, que só hoje sei que o que deitam é vapor de água e não fumo, confundi com as Centrais Nucleares (porque elas também têm as mesmas chaminés mas com fumo) Isto deve ter tudo nomes específicos mas eu, simplesmente, não sei.
Acho que é muito mais produtiva que uma termoeléctrica, e é muito mais perigosa. E além disso, em Portugal, pelo que percebi, é difícil. Ao que parece há pessoas que querem construir uma Central Nuclear por interesses económicos. Por outro não temos dinheiro nem tecnologia. E como eu e o meu irmão estivemos a debater o assunto numa curta viagem que acabei de fazer, tinha que colocar isto aqui. Portugal é um país pequeno por isso podemos apostar mais nas energias renováveis, e são mais seguras. Depois também não há portugueses que saibam gerir uma, e tudo se complica mais. Por isso, não tem nada de útil para o país, muito pelo contrário.

homossexualidade

A minha opinião sobre isto é...
Querem casar? Casem. Querem fazer sexo? Façam. Desde que deixem mais homens para mim e menos concorrência, é na boa! E desde que não se metam no meu caminho.


Sinceramente é-me indiferente.
Mas o que é que une duas pessoas do mesmo sexo? Alguém me explica? Vão-me dizer que é o sexo? Uma pessoa que faça sexo com outra do mesmo sexo é mais feliz? Tretas meus, tretas!
No caso das raparigas ainda acho que percebo. Uma rapariga entende outra de uma maneira que algum rapaz entenderia... E sabe bem o que a faz feliz! É muito mais do que ter um orgasmo (mais facilmente). Não é o sexo que une duas raparigas. É da maturidade. As raparigas sabem bem o quem querem,.. querem alguém que as entenda o máximo possível, porque há homens que não percebem por mais que se faça um desenho! E o sexo entre duas raparigas não passa de oral, não há cá penetrações. Uma rapariga não precisa de um homem para ter um orgasmo, e em pouco tempo.
Mas um homem com homem? O que os une? Será que também se entendem um ao outro ? Ou apenas pelo sexo? É o sexo que os une? (Visto que podem ter sexo com penetração?)
Há qualquer coisa que não encaixa aliás.. Para mim a homossexualidade não encaixa, mas é-me indiferente. Não me proíbe de viver a minha vida, nem sequer interfere. Mas há coisas que me baralham, que eu não entendo. E se algum dia conhecer alguém que me diga que o é, cá estarei.. Não me vou afastar das pessoas por causa de termos orientações sexuais diferentes. Pode ser que nessa altura, alguém me explique o que une duas pessoas do mesmo sexo...
Acho que este é um assunto como qualquer outro. Mas é preciso ter em consideração que tão pouco quero ofender pessoas que se possam sentir mal com a minha opinião, mas não passa disso a minha opinião. Todos nós temos as nossas, opiniões. O que pensas tu disto?

Eu cá prefiro um homem. No amor psicológico e físico

sexta-feira, 17 de abril de 2009

à sexta feira

A ansiedade chega. Não estivesse o fim-de-semana à porta! E cá em casa, aos fins-de-semana a casa fica diferente. Uns chegam, nem que seja para encher a casa. As sextas cá em casa, são muito familiares. Jantamos todos juntos e pouco ou nada falamos sobre a passada semana. Não há nenhuns 'tinha saudades tuas' a não ser para o meu irmão, da minha cunhada. Algumas sextas são passadas a comer (tele)pizza outras nem por isso. Umas são maiores que as outras, outras pequenas que nem se nota a presença! As minhas sextas feiras são 'Yes.. Finalmente' Porque as minhas aulas acabam à hora de almoço, e sei que a partir daí a alegria é outra. Hoje, esta sexta-feira foi um bocado menos boa que o habitual. Foi esquisita. E e não foi só do tempo! Como se passou e o que se passou. Custa-me muito ver uma mulher, especialmente quando essa é a minha mãe, a chorar pelo um homem, que só por acaso é o meu pai. O amor de à longos anos é totalmente diferente de o de hoje, e pela diferença não sei qual é que é melhor. O facto de a ver assim, muda as sextas feiras. Fico mais sensível, ao ver o american idol. Fico triste. Fico mais pensativa. Hoje nem houve sexta feira familiar. Mãe se eu pudesse fazia-te feliz!
A sexta feira de hoje, não é um dia da minha vida. Até acabo a noite a escrever para o blog, na minha cama, no meu portátil, com a minha cadela e com a minha gata. Não é que sejam má companhia, mas isto não me faz acreditar que seja sexta feira

Sr Tempo


Oh Sr. Tempo.. Está difícil de se decidir não? Pensa que é como lhe apetece? Ora é 5 minutos de sol, ou 5 horas de chuva. Eu dou-lhe uma ajuda... Durante a noite chove e durante o dia faz sol, ahm não é uma boa ideia? Tudo bem já haviam pessoas a desesperar pela chuva visto que ela faz falta para a agricultura, mas em contrapartida há pessoas que desesperam por dias radiantes de sol, está bem? Tudo bem, estamos em Abril, e como diz o ditado, 'em Abril águas mil' mas podia sempre aceitar a minha ajuda.

(fotografia tirada por mim, como se eu fosse uma excelente fotografa, ou uma profissional, mas tenho que me gabar que até ficou bonitinha - cliquem nela asério, para verem ao pormenorzinho o quanto bonitinha ficou)

Se dizem que nas malas das mulheres cabem mil e uma coisas


então nos sapatos.. até as mentes mais perversas


(Gosto da música, mas principalmente do vídeo)

Carolina, querida, podes-me emprestar o teu corpinho por uns anos?
(Sim, no meio de se calhar tantas melhores e blá blá blá, esta já mete inveja!)

quinta-feira, 16 de abril de 2009

selada

A simpatia da Lia ,deste blog fez com que o meu blog fosse selado pela primeira vez!
E como se um não bastasse foram logo dois! (Tenho um blog, espectacular!8D)
Ora então vamos a isto!
O primeiro selinho (que podem sempre optar por trazer com vocês) é este:

E o segundo (que é todo fashion,como eu claro :D) é este:


E ao que parece isto tem regras, e são as seguintes:
1. Reencaminhar este prémio a 10 blogues;
2. Exibir a imagem do prémio;
3. Postar o link do blog que premiou;
4. Avisar os premiados;
5. Publicar as regras.

Os 10 blogues premiados (outra vez ou não) são os seguintes:
(Como não sei se se pode mandar de volta vou escolher outros, porque qualquer se puder e me apetecer também faço um selo, e coloco-o aí bem estampadinho em montes de blogues, a começar pelos que me selaram!)
http://rabiscosesafanoes.blogspot.com
http://umlugarchamado-aqui.blogspot.com
http://asnovenomeublogue.blogspot.com
http://livingsohigh.blogspot.com
http://amorumlugarestranho.blogspot.com
http://salsichanaotedesgraces.blogspot.com
http://porquesim-ora.blogspot.com
http://mudemosassunto.blogspot.com
http://apipocamaisdoce.blogspot.com
http://sosweetie.blogspot.com

Da minha parte, está feito. Falta a vossa oh premiados (:
Nota: Os meus premiados, devem ter vindo logo a correr, é que disse-lhes que estava a oferecer dinheiro :p!)

quarta-feira, 15 de abril de 2009

português e a professora

Oh Senhora Professora é uma Senhora muito 'cool' quando quer, mas quando quer também é muito má(zinha). E como é inconstante, e eu também sou. Para além do feitio, também ora gosto de si, ora odeio-a. É preciso dizer. Ás vezes mete-me toda contente, outras vezes quase que me apetece esganar-lhe o pescoço! Sei que as conversas de aula são precisas, mas a minha paciência também. E de facto isto é dose. 'Se fosses minha filha, não mudava nada em ti' Das duas uma, ou eu sou uma filha perfeita, ou ela não tem filhas. Mas pronto nem vou falar de filhas, muito menos de mim como filha, e muito menos agora. Continuando... É assim, o plano de litura de um livro por período, está bem feito, acho que sim. Pronto, não estava muito habituada a ler, mas é algo que até gosto de fazer, e que só faz é bem não é? Mas acho que por exemplo, para um aluno (como-eu) que não tenha paciência para ler, e o tenha que fazer, é muito mais fácil ser uma coisa que nos entusiasme, que nos saibamos que faz parte daquilo que gostaríamos de ler, já que tem de ser... Mesmo que seja fantasia, policial ou lá o que seja. Acho que isso devia ser ao agrado do aluno e não propriamente do professor. Visto que (eu penso) que o importante é ler, e não agradar a professora. Sim, temos de agradar, agora já sei. Mas oh professora devia deixar a escolha ao critério dos alunos! Agora disse-nos para mudar-mos o estilo de leitura, e os autores e eu fiquei sem saber para onde ir. E enquanto lá esteve a falar sobre estas coisinhas em 45 minutos e u reti o principal entrenti-me a escrever, e talvez um dia destes coloque aqui o texto. Ah e nos 45 minutos seguintes mandou fazer uma composição, e eu a pensar «bem, viu-me a escrever o tempo todo, e agora quer-me tramar...» no entanto, não foi bem assim. Mas lá que não me importei nada, não. Mas deixei-me dizer que já que gosta assim de mim, porque raio me trama a vida de vez em quando? Olhe que para mim o português já foi mais bonito e interessante, mas este ano e na escola está-se-me a baralhar os gostos!

Os números de analfabetos são PEQUENINOS em Portugal e por isso há quem ainda queira aprender aos 90 e quantos anos, por isso.. Não tenho que me preocupar. Posso sempre voltar a aprender.

O que você não sabe é que eu tenho um blog, onde escrevooo muito. E outra coisa, se valoriza o que escrevo na aula porque é que não tenho boa nota? Eu sei que o português é muito mais que escrever, mas o principal não é ler e escrever? Sou assim tão má? Há lá piores. Não gosto de ser sua filha. E mãe há só uma! Eu sei onde está o meu principal no problema, é na interpretação dos textos mais básicos, mas na gramática, na escrita e na leitura, não me safo assim tãooo mal. Oh Senhora Professora querida, olhe muito mais por mim e menos pelos que não merecem

não te preocupes rita

São precisos parabéns... Porque passas-te à primeira no exame de código, e condução!
Malta saiam todos da estrada! Eu quero a estrada só para nós. Pensam o quê que ela é um perigo? Oh longe disso. Não quero é atrofiados, encalhados, péssimos condutores na estrada, bêbados que interropam a condução dela. A Rita prometeu que durante os próximos 3 anos não ía beber uma gota de álcool quando for conduzir! É bom que isto se cumpra. É que nem quero morrer, nem quero que tu morras oh miúda. E eu sei que tu és muiiitttooooooooo responsável, não é maria ana rita? ahm? Mas no caso de tu estares alcoolizada eu, (oh) trato da condução! 8D (Bem me parecia que não vais mesmo querer beber!)

não foi por acaso

que fui ver este blog e que me lancei ao desafio! ;)

As regras:
1ª - Agarrar no livro mais próximo
2ª - Abri-lo na página 161
3ª - Procurar a quinta frase completa
4ª - Publicar essa frase no meu blog
5ª - Passar para cinco pessoas

(Decidi hoje passar pela biblioteca da escola e requisitar uns para ver qual me agradava mais, visto que tenho de fazer uma ficha de leitura para português! Mas disto deixo assunto para outro post!)

O livro: Adrian Mole na idade do cappuccino
A 5ª frase completa: 'Quando protestei ele disse, «Dá uma vista de olhos ao teu contrato, Aid».

Passo o desafio a quem gostar de desafios ;)

(O livro é novíssimo para mim, mas no meio de três que estão aqui na secretária, este é o primeiro. O que está por cima de todos)

terça-feira, 14 de abril de 2009

apesar de

ainda faltarem uma quantas semanas tenho de dizer que mandei fazer um vestido, vermelho. Fui à procura de um bom restaurante, para preparar o meu aniversário. Acho que está na altura de fazer algo agradável! Tenho muitas coisinhas em mente. E tenho de aproveitar porque só fazemos uma vez x de anos, que merecem ser sempre bem aproveitados! Tenho de aproveitar bem a minha juventude..! Não é assim?

de regresso

Então, hoje regressei ás aulas! Para começar como era o primeiro dia de aulas e o último de férias ainda estava habituada a dormir até às tantas da tarde e adormecer às tantas da manhã, por isso, eram 3 da manhã e ainda 'tava acordada a ouvir a chuva cair e a ver televisão. Eu sei que vocês 'tavam desejosos por saber isto! E foi assim. Mas depois disto eram 7 e 40 e o despertador tocou, 'repetir' 5 minutos dp lá voltou a tocar e lá me levantei! Pequeno almoço, duche, preparar as coisas à última da hora e pronto, pelos vistos acho que nada mudou desde o período passado. De manhã a rotina continua a ser a mesma. Aquela cara de quem precisava de ter dormido mais umas horas e a cara de mau humor matinal, lá me identificava. Já tinha saudades de ter matemática ás 8 e meia da manha, nem vos passa pela cabeça! Etc e tal, lá se foi passando. E há uma coisa que é preciso ser dita, eu, hoje apliquei-me nas aulas da tarde! No primeiro dia. Afinal não fiz nada mais que o meu dever, eu sei. Mas hoje gostei de estudar. Aqui dentro tenho um espacinho de saudades e de vontades, mas por enquanto tenho que fingir que este bichinho está de viagem. Agora vou aproveitar para ir jantar, cuidar de mim, estudar mais um bocadinho, mas no meio ainda há uma série de Donas de Casa Desesperadas para ver

segunda-feira, 13 de abril de 2009

'i hate the phone, but I wish you'd call'



Sempre que ela chega ao meu ouvido só me lembra uma coisa, uma pessoa, TU
Não, estou a mentir,.. faz-me lembrar EU, claro! Pronto ok, faz-me lembrar os dois, mas mais a parte que me toca, no sentimento que está dentro de mim. Tenho aqui dentro um lugar especial para ti, e tenho medo que ele só seja aberto com uma chave que ainda ninguém sabe onde ela pára. Dá cá uns nervozinhos, do diabo! Vá não é ninguém em especial, és só TU. E só EU.
EU porque me sinto uma adolescente viciada no telemóvel, que está a dar os primeiros passos para a psicopatia porque acho que é a tecnologia que te traz até mim da maneira que desejo, quando no fundo por mais que não goste de aceitar, não é. Eu sei, mas vocês pensam que eu não sei!?
Eu como miúdinha que sou, nos meus conselhos digo tudo aquilo que dp não sou capaz de fazer e ainda que isto não chegasse, ouço das minhas amoras! Sinceramente oh Daniela!
Eu também prometo que um dia páro de mandar mensagens, páro de desesperar pela resposta, páro de criar expectativas, páro de deixar cuscar tudo o que a ti esteja ligado, mas não páro de sonhar e imaginar como as coisas seriam a dois, connosco.
A culpa é das tecnologias, se elas não existissem era diferente. Tinha de desesperar por voltar a falar contigo e para além disto desesperava mais por te voltar a ver. Mas o mais chato é que se junta tudo, e esta sopa de letras tem algum motivo! Eu sou assim, procuro. Procuro por esse por esse homem que possa realmente mudar-me, a mim e à minha vida. E eu ao mínimo olhar, à mínima palavra, ao mínimo gesto, ao mínimo sonho, à mínima coisa acha que é dali que tudo o que quero se pode tornar possivel. Mas o pior é que 'quanto maior a ilusão, maior a desilusão' e cada vez tenho mais medo. Mas prometo que um dia paro com certas coisinhas, para depois afirmar como a emoção é muito maior quando menos esperamos pelas coisas, ou queremos que elas aconteçam. Por isso é que eu quero tentar mudar essas coisinhas em mim, para que as coisas sejam melhores e que finalmente alguém encontre a chave! Apesar de eu conseguir arrebentar com o cadeado

no quiero

acreditar que hoje é mesmo o último dia de férias!
Possas foram pequeninas e jeitosinhas, mas possas.. Não era preciso fazerem-me uma coisa destas! Gostei tanto de estar com as minhas bebecas todas, lá dividi o tempo para todas, e matei assim grandes saudades! Lá fiz coisas diferentes, ou pouco diferentes do dia-a-dia que souberam tão bem como uma fatia de bolo de bolacha! Possas sempre a mesma gulosa. Também tem de chegar o dia em que passo meses e meses sem comer este, visto que até à uns tempos não o fazia. Bem mas este ultimo dia pude contar com a minha C. para me fazer uma companhiazorra e para trocarmos as nossas coisinhas! Com ela eu sei que se torna tudo tão diferente. E se um dia virar lésbica, ela é a razão. Não sei se já se aperceberam mas as raparigas ou se amam ou se odeiam, é mesmo assim! Vá ás vezes há umas que lá ficam pelo meio, mas essas contam-se com os dedos. E é muito dificil encontrar-mos raparigas que sejam mesmo boas amigas, as minhas também se contam pelos dedos e não as trocava por nada. Gostava era que elas ás vezes trocassem qualquer coisa por mim, mas isso são á partes. Mas esta oh meus caros, para mim vale muito! Obrigada C. por estares constantemente na minha vida! Mas as minhas outras bebecas que não se deixem invejar sabem bem o quanto vos adoro tb oh S. oh F. oh R. ! Vocês lá sabem quem são, deixem-se de coisinhas x)

Contudo quando tiver mais tempo volto ao bowling e ás setas para dp vos mostrar os meus dotes e ganhar, porque isto de não dar uma para a caixa, é fdd

Bem e já agora, já que queres guardar segredo em relação ao dia do teste de condução eu quero desejar a maior sorte, apesar de saber que vais passar isso na boa oh R. ;)
Prometo que um dias destes paro de fazer mudanças constantes no meu blog! Um dia,.. quando ganhar juízo e de não me fartar de vê-lo sempre com as mesmas cores, nem com as mesmas coisinhas, e que por mais que mude irão sempre dar às mesmas, irei mudar. Mas um dia. Enquanto isso de certeza que vou estar sempre a fazer mudanças constantes

domingo, 12 de abril de 2009

é uma publicidade


muiito instrutiva, claro

isto


é o que dá ver vh1

e isto é no que dá ir à procura do vídeo
sinceramente já não sei qual é que tá pior/mais cómico mas mesmo assim acho que o primeiro ficou como o meu preferido

o melhor dia para incomodar as pessoas

é no dia da Páscoa! Porque não? A dúvida já fazia parte à uns dias e já estava de ouvir a minha mãe a dizer 'não te esqueças' 'então mas quando é que tratas disto?' , mas olha porque ontem lá me lembrei e hoje decidi insistir no assunto, lá fui incomodar a rapariga simpática que teve paciência para me aturar através no 12030 tudo por causa dumas coisinhas da internet, do tráfego e da facturação e blá blá blá. Peço desculpa, mas também acho que foi a melhor altura!

-Oh mãe já está tudo tratado, a partir de hoje já vai estar tudo certinho!
-Oh agora é que não me agrada mesmo, porque agora já sei que vou ter de pagar, e até aqui devíamos tar a consumir à borla!

Oi? Seria? a culpa foi da minha mãe

sexta-feira, 10 de abril de 2009

é que

as férias ainda nem acabaram e eu já sinto a falta delas! Então desta semana que lá se foi tornando agradável de segunda a sexta. Mas o que me assusta é a tempestade do mês que vêm e antes dessa tempestade já o temporal vem, eu já sei. Agora é que eu vou ter de entrar a 500 e sair a mil! Ou o contrário.

em consideração

Eu só podia 'tar sobre excesso consumo de drogas para cometer tamanhos erros! Vá, pronto. Eu sei que não é bem assim. Teve as suas coisinhas boas, menos boas, más, horríveis, péssimas, que por isto só sei que não passam de meros erros da vida. Mas também é com eles que crescemos. Se calhar se hoje lá voltasse (por pior que tenha sido) cometia o mesmo erro, porque afinal passo muito tempo nisso, a cometer os mesmos erros outra e outra e outra vez.Por mais cabeçadas que dê parece que é divertido (como se soubesse bem) bater com a testa na parede! Sinceramente. Até ao momento em que me farto e pego nesses meus erros todos aperto-lhes o pescoço, agarro-lhes na cabeça e faço-os dar tantas cabeçadas como eu dei! Eu juro que há-de chegar o dia. E o dia d'hoje chegou para me lembrar que esses erros até me fizeram bem, fizeram-me crescer!

Se há coisa que eu gosto

é de dançar!
No meio de tanta coisa que eu gosto hoje apetece-me dizer que gosto mesmo de dançar! Dançar liberta o corpo e a alma. Leva-me para outro mundo.
Sentir o ritmo e envolver-me nele, como se nada mais me fizesse bem.
Nem que não o saiba fazer. Seja o que quer que tipo de dança for, que tipo de música for, se me convidarem para dançar, eu danço (e mesmo que não me convidem! Eu danço!)

quinta-feira, 9 de abril de 2009

adoro tardes de cinema!

Tardes de cinema com e sem legendas. Tardes para rir e para ter adrenalina. Gosto de tardes com comédias e filmes de acção e claro com uma boa companhia (:

e não gosto de desmarcações em cima da hora (só quando são convenientes, mas é raro essas aparecerem)
Hoje o dia aqui começou nublado, pelo meio vi o sol e agora ao fim já vi sol com chuviscos.
Foi um bom dia para regressar aqui e escrever.
Será que posso mandar daqui para fora os meus vizinhos? É que eles começam-me a irritar seriamente! É barulho para aqui barulho para acolá de manhã à noite. Por causa deles tenho umas boas e quantas dores de cabeça. E é nestas alturas que tenho mais saudades de voltar à outra casa, ou então traze-la para aqui.
Ontem tive direito a um bocadinho com as minhas miúdas, e à noite com mais miúdas num jantar fora de casa, e numa meia volta por esta cidade!
Por falar nesta cidade que é linda como sei lá o quê, era favor de investirem em algo útil para ela e para puxar mais e mais pessoas para cá. Isto cada vez se torna mais agreste! E é por isso que daqui cada vez se afastam mais, e eu, já 'tou nessa! A sério meus senhores, é uma boa coisa. Aliás para depois não fazerem queixas, façam logo uma coisa em grande! É claro que estou a referir a uma discoteca, a sério!

Pela primeira vez joguei ás setas, e não fui feita para aquilo (à primeira!) mas gostei tanto que só quero voltar a jogar

segunda-feira, 6 de abril de 2009

O motivo do post anterior resultou da minha pesquisa porque sou uma preguiçosa e fui à procura de coisinhas que me possam ajudar visto que há uma coisas que não percebo ou não me quero mentalizar ou qualquer coisa que junte as duas. Quando me disseram, não sei o quê 'não vás para esse curso' ou 'podemos sonhar mas não tão alto' só me apetecia fazer dessas pessoas um vudu e espetar-lhe com muita força as agulhas. (E vocês?estão felizes com o que fazem da vida oh einstains? Então pronto, respeitem a minha escolha sff!)
Eu sei que temos de ser conscientes com as nossas escolhas, e para mim o mais consciente é escolher algo que eu sei que é o que quero mesmo fazer. E é isto. Se não me desmotivassem tanto e me ajudassem mais, ajudava em algo!
E se me tivessem logo dito 'Se é isso que queres, força. Já sabes é que tens de te aplicar mais, mas pronto é a tua escolha, é ao teu gosto' (Obrigada Mãe) coisas assim é que de certeza ajudavam! Diego Marchi disse Muitos dizem que sou apenas mais um a tentar. Eu digo que sou menos um a desistir e eu aproveito para fazer das palavras dele, as minhas. 'Olhe que há muitos que no ano a seguir mudam de curso ou simplesmente desistem' e eu estou-me nas tintas para esses! Eu meti-me nisto com o objectivo de não desistir, ouviram bem? De não desistir. E isso é para mim, o mais importante.
Ouçam lá, sim se calhar têm tanta razão como eu tenho, e eu nem vos quero dar ouvidos tal como vocês também não me dão, mas pronto podemos ficar amigos na mesma?
Se calhar não querem isto e aquilo para mim, mas é para mim não é? Então...
Já tinha ouvido dizer que volta não volta éramos (os portugueses) muito preguiçosos! Não sei se somos ou não mas eu sou. E esse não é só o meu mal, é o mal de muita gente! Desculpem-me lá mas é verdade. Para criticar e quê eu também estou sempre lá então mas e fazer alguma coisa? 'ah e tal sou muito preguiçosa' Pois, eu também.
O meu objectivo, quanto a estudos e a emprego é exactamente o seguinte: Fazer este curso, escolher a minha específica e arranjar um emprego E isto incluí deixar de ser preguiçosa e fazer alguma coisa de útil para a sociedade. Ter uma boa média e ter a oportunidade de fazer o que gosto. Pouco me passa pela cabeça ser a melhor mas quanto muito fazer parte desse grupo, mas mesmo que não consiga e isso é o menos. O mais para mim é ter a oportunidade de fazer o que gosto e sempre quis fazer. É algo que requer muito estudo, é, eu não duvido. E para haver estudo tem que haver paciência, força de vontade e motivação. Sem estes três é como se um carro quisesse andar mas não tivesse combustível! E a mim falta-me muito deixar de ser preguiçosa, quando à paciência se houver motivação não é problema! Ah e claro não deixar as coisas para a última da hora (o que parecendo que não é um grandee problema!) mas aí entra a preguiça, e conversa puxa conversa e sabem que todos os caminhos vão dar a Roma não é?
Já passaram dois dentro de uma semana começo o último. O tempo passou a correr e eu não vejo a coisa muito famosa. E tenho medo. E o que mais me desmotiva é ver que me esforcei (pelos visto não o suficiente mas) q o meu esforço não valeu assim tanto a pena.Mas tão pouco me passa pela cabeça desistir. Nem que agora tenha de ir à Arábia Saudita comprar petróleo! Porque se (felizmente) não sou a única a acreditar nas minhas capacidades só tenho é de seguir em frente. E contar com pessoas assim. Porque para além de eu querer se alguém quero dar o maior orgulho aos meus pais! Porque eles merecem isso no mínimo de mim.
Sempre fui muito auto suficiente e nunca quis ajuda mas ultimamente apercebi-me que que às vezes é preciso aceita-la, e outras que o melhor é agarra-la com muita mais força! Nada está fácil. E estudar enfim. Dizem que é só incompetência mas será que alguém se dedica a ser competente? Claro que há gente competente e quem se esforço para o ser.
E outra pesquisa deu nisto aqui que me fez começar por tirar apontamentos

nem vos passa pela cabeça

Estava a fazer aqui uma pesquisa (sobre já explico o quê) e ao que parece em 2007 os estudantes portugueses eram os mais estudiosos da Europa (vá e mais um bocado e do Mundo também!). Fiquei a saber aqui que os estudantes portugueses estudam 40h por semana.
Eu suponho que esta semana seja 7 dias e não os dias úteis..Mas então, 1 dia tem 24h, 1 semana tem 168h, a 168 tiramos 40, ficamos com 128. Desses devíamos dormir 8h então passávamos 48h a dormir, já só nos sobravam 80h.. Dessas 80 dividimos pelos 7 dias e temos mais ou menos meio dia.Então eu que tenho 3 dias da semana com 8h de aulas sem contar com as aulas extra, já só me sobram umas 4 horas para me alimentar, para ter vida social, para sofrer de danos psicológicos causados pela humanidade, para cuidar de mim, para me divertir, para amar e ser feliz! Posso então tirar uns 20 minutos para cada tarefa. Fora os dias em que não podemos faltar a responsabilidades e que isto e aquilo (desculpas) das duas uma: ou criam dias maiores ou reduzem a duração das aulas! Mas é claro que não podemos reclamar porque ainda têm a simpatia de dar uma ou duas tardes livres. Depende dos horários, da sorte e da inteligência. Se calhar o que me safa é que nem todos os dias durmo 8 horas nem passo 40h semanais a estudar! Ah e é preciso ter em consideração que lá porque os portugueses são ou foram os mais estudiosos não significa que sejam os mais inteligentes!

domingo, 5 de abril de 2009

Hoje é sábado, e não fui sair. E só por causa disso apetece-me ficar a ouvir o CLUBBINGONLINE!e agora está a dar...



e que fique aqui dito, q i need a miracle too!

sábado, 4 de abril de 2009

sabes o que é que são bananas?

'Bem.. deves ser muita burra para não saberes o que é que são bananas!' aposto que é o que vos vem logo à cabeça! Se alguém me fizesse esta pergunta, das duas ou ria-me ou pensava que a outra pessoa era uma idiota. É claro que as bananas são um fruto (que só por acaso vêm da bananeira!) [A minha mãe uma vez perguntou-me se eu queria levar dois bananões e eu ainda podia ter pensado que sei lá se calhar eram dois conjuntos de x de bananas e se os queria levar tipo como quem diz de um sítio para o outro, se estaria ela a pedir-me uma favor; acabei por não pensar no que poderia ser até que quando calhou ouvi a mesma expressão e ela mostrou logo a seguir o que era...eram estaladões! ah q p... de sorte,.. um não chegava tiveram que ser logo dois!continuando...]
As bananas (para além de serem um fruto) é o nome que se dá a uns novos acessórios para o cabelo e para quem nunca viu fica aqui uma imagem das minhas 3 bananas e uma fotografia da minha cabeça com uma banana!
Bem mas não é tudo, porque quando vos queria provar que não sou assim tão maluquinha e fui à procura disto na internet fiquei a saber aqui que há Bananas Pequenas, Médias e Grandes (agora fiquei na dúvida,.. de que tamanho serão as minhas?)

o que vocês não sabem



é que acabou de sair o videogame da Anatomia de Grey!(mas não em Portugal)e é mais ou menos assim...

conduzir é fácil

e desconfortável!
não ando a tirar a carta nem nada parecido, mas a minha mãe nunca se importou de me passar o volante para as mãos.. Não se assustem! Então fazemos assim,
ela mantém os pés nos pedais e eu de lado pego no volante! Mas que desconfortável que é. (Oh mãe porque é que não trocamos? A sério que era uma boa ideia!) Eu com os pés nos pedais e tu de lado com as mãos no volante? Não era mais giro? A sérioo... tinha mais adrenalina do que eu pegar no volante a 80km/h!
Uns 400m, com direito a rotunda e ouvir Mafalda Veiga
(-'já de seguida,meia hora de música seguida' e antes dessa meia hora de música vêm 10 minutos de publicidade!)

quero lá saber que me doa o rabo!

tenho que dar grande e muitos parabéns à comunidade de blogues escritos por pessoas entre os 25 e os 32 anos! Nunca tinha visto nada assim ;)
(obrigada oh meu anjo por me acompanhares nesta pesquisa)

Quando for grande quero ser como vocês! Pode ser? :)
E eu que devia estar a ter um sono profundo para dentro de 6 horas levantar-me e ir correr com a minha bebecas, mas não afinal amanhã não nos apetece. Então vou continuar agarrada ao meu computador até daqui a 30 minutos (porque sei que é o meu limite, depois destas horas todas.. Sim, porque eu hoje não saí de casa e tive sempre de pijama. Aqui na minha janela pus a cabeça de fora para apanhar ar e foi porque queria sentir um bocadinho o dia de hoje, e ver como estava lá fora)

te-le-co-mu-ni-ca-ções

Falo no plural quando só quero falar de duas : internet e telemóveis. Eu sou para aí das grandes adeptas das duas coisas. Oh se não é bom a internet ver isto e aquilo, interessante e desinteressante, quero eu também dizer cómico e triste. Os blogues, o hi5, as descobertas cientificas, as viagens daqui à lua, os satélites isto, a NASA aquilo, no Iraque isto, G20 em Londres, wall street, imagens mirabulásticas de inúmeros lugares distantes e próximos donde estou. Hi5, ao inicio a minha maior fonte de socialização. 5 anos depois, enjoa que se farta mas é indispensável. para ver as fotografias deste e daquela lembrar os amigos disto e daquilo, meter-me com várias pessoas, eit! Escusado é falar de blogues. Isto é tão bom como comer!
E telemóveis? Ao inicio também era o maior bichicho. dp tinha-se a desculpa que eram caros e bons, q os mais baratos mal prestavam, e que os tarifários isto e aquilo não acediam condições para usufruir do telemóvel! Hoje já há mensagens, videochamadas, mms à borla! Já há telemóveis 3g a um preço acessível. Há mini-computadores-telemóveis! Há fartura que se farte! Mensagens para eles e mensagens para elas. Mensagens-corrente estúpidas mas porque são à borla bora lá enviar. Meter conversas em dia. Marcar encontros. Relembrar isto e aquilo. Dizer coisas.
Há vezes em que sim tanto a internet como o telemóvel são realmente úteis e é útil termos isto de recurso, mas há vezes em que tomara que isto não existisse! Sabem porque?
Porque há pessoas que já não sabem como é expressar sentimentos pessoalmente, o quanto por vezes doi dizer e ouvir, ou o quanto ambas as coisas nos deixam imensamente contentes! Agora há relações entre pessoas que nunca se viram na vida, ou uma vez ou outra, por telemóvel. Quem diz por telemóvel diz por internet. É absurdo. É estúpido.
Eu adoro poder conversar com flano e flana da minha vida, ligar-lhe, mandar-lhe mensagens 'gosto de ti' mas antes disto nada melhor do ques estar com as pessoas, ir ao encontro delas e das coisas. Também irrita tar sempre agarrado ao telemóvel. São mms para aqui, mensagens para acolá, chamadas de longas horas. Mas eu não vivo sem internet nem sei o meu telemóvel. Dos meus maiores companheiros 24h por dia. O telemóvel então..! UAU um 3g. de 12 em 12 horas tem de ir à carga, farta-se de dar música e de vibrar com as mensagens.. No fundo, por mais estúpido que seja às vezes e não concorde faço parte da geração em que as telecomunicações são um poderoso bem essencial, temos pena

tenho que dizer

que me doí o rabo! Esta foi a minha primeira semana de férias e a maioria estive sentada. Aqui em frente a este computador a ouvir música enquanto aproveito e dou sempre umas escapadelas ao meu blog (para além de hi5 e messenger [não devia ter referido isto]). Ou então no sofá da sala a ver filmes com alguns amigos meus (uau só estive ontem pq foi tarde de cinema em minha casa!). Ou então ali na cama a fazer zapping e a ver séries e programas sem interesse. Ou então a ler. Em vez de estar a resolver exercícios de matemática ou a fazer apanhados para recuperar as notas não..! Ou em vez de ir sair com elas e matar saudades, não, porque hoje é sexta feira e às sextas feiras a malta quer-se é preparar para os sábados, que mal por mal são melhores que as sextas. E para variar continuo aqui a escrever e a cuscar outros blogues (:

todas as pessoas na vida têm um amor impossível

"(...) Outras vezes, ele é um amigo muito próximo, demasiado próximo porque lhes demos excessiva confiança e já caímos na asneira de o amarmos sem exigir nada em troca. É por causa dele que (...) dos quais só nós vemos o resultado. E ele entra e sai da nossa vida conforme lhe dá na gana e ás vezes, num arremesso de insensibilidade tão habitual num homem, relata as conquistas e desabafa as tampas que levou. E nós engolimos em seco, mas aguentamo-nos até ao fim e só quando a porta bate é que a tristeza e o desespero chegam para se vingarem da nossa estúpida e inútil abnegação.
São assim, os amores impossíveis. É impossível viver sem eles e insuportável vivê-los. Habituamo-nos a eles como uma chaga cujas cicatrizes nos hão-de dar, ao menos, uma medalha de heroísmo.
É claro que o nosso amor é impossível porque sempre o foi. O que quer dizer apenas em bom português que nunca nos ligou o suficiente para nos sentirmos possíveis na vida dele. Mas em vez de nos desmotivar, esse quase desprezo que é um misto de complacência e egoísmo, faz crescer em nós uma vontade absurda e inesgotável de lutar por ele. Só porque o orgulho e a teimosia nos conduzem cega e inutilmente a desejar sempre o que não temos.
Mas um dia a sorte pode mudar. (...) E não há fome que não dê em fartura. (...) E a pouco e pouco o pedestal vai baixando como um elevador do princípio do século, lentamente e sem dor, até ao nível da nossa esquecida lucidez.
O encanto quebra-se a cada defeito que nos salta escandalosamente à vista. Enterrados os sonhos, pouco ou nada resta. Ás vezes, uma boa amizade e uma dose de riso que levamos para casa e que tomamos todos os dias por termos sido tão ingenuamente enganados por nós próprios durante tantos anos."
excerto da crónica 'amores impossíveis' de Margarida Rebelo Pinto

E é isto meu amigo que me lembras sempre. Não há dúvidas, és mesmo tu. Porque sempre foi e sempre será assim até que o tal dia chegue. Independente do que quer que seja ou do dia em que deixo esta paixão por ti, serás sempre o meu melhor amigo de sempre e para sempre, porque és quem és, e por tudo o que juntos vivemos. Agora eu não quero que sejas a minha paixão, porque eu fartei-me de correr para ti, mas na verdade não sei viver sem ti. Eu posso gostar por demais outra pessoa mas tu és o meu bichinho.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

miúdas como eu

ficam todas babadinhas com elogios, não fossem eles tão importantes. Detestam ouvir críticas mas agradecem por isso as ajudar a crescer. Pela juventude entram em breves abismos e conflitos que algum tempo depois nem sabem o porquê de tal ou têm vergonha. São umas idiotas; vão em muitas coversas deixam-se levar pelo mais pequeno pormenor com a esperança que essa patetice mude a vida qd no fundo só deixa lá mais uma marca de estupidez, ou então de uma grande desilusão, ou então de algo que as deixa agarradas ao passado. São capazes de cometer o mesmo erro 3 e 4 vezes mesmo que à segunda digam 'sim, já sei..não volta a acontecer..' bla bla bla. Ás vezes são pessoas que marcam a diferença, que deixam muito a desejar, outras têm atitudes que desmoronam o pensamento anterior. Querem muito sair à noite e viver tudo de um vez, deixando as coisas da idade para mais tarde. E eu sou um bocado assim. Tenho uma década e tal de anos já vivi muitas outras vidas q só quem passa por elas é que sabe. Já conheci muito tipo de gente que oxalá não tivesse conhecido mas por parte tenho de assumir a culpa dos pormenores da idade. Já me achei grande e forte por andar sozinha no metro às tantas para ali e para acolá, mas sempre tive medo. Gosto de ouvir coisas bonitas e apaixonar-me por pequenos gestos e pequenas palavras. E não gosto de logo a seguir tar a dar cabeçadas à parede a imaginar como devia ter aprendido alguma coisa com essa experiência, ou como não me devia ter metido nela. Gosto de me juntar a eles para ser como eles e para mostrar a muitos o quanto bons juntos somos. Gosto de um belo pôr-do-sol e de uma bela noite estrelada e um belo de um luar. O quanto é bonito. Gosto de apreciar a minha juventude como ela é e como eu quero e não quero que seja, sei que tem de ser e é assim. Opções ou não. Gosto de escrever. Não gosto de me sentir inferior, gosto de ser igual ou diferente. Tenho um mau-feitio que adora irritar-se. Gosto de me achar diferente. Gosto muito do meu agregado familiar, e tenho pena de às vezes não o pôr á frente dos amigos. Sabem porquê? Porque amigos vêm e ficam, vêm e vão,..mas a família, é sempre nossa e do nosso sangue, sempre. Miúdas como eu gostam de ser sérias e crescer a todo o segundo e por isso querem muito amor e muita amizade porque se não tiver estes dois componetes torna-se muito dificil viver e sobreviver. E miúdas como eu, tem sempre algo a dizer, têm sempre assunto para falar, têm qualquer coisa para acrescentar, mesmo que tudo não passe de um sonho para uma realidade porque quem vive a sonhar é muito mais fácil viver e nisso miúdas como eu são as melhores, por serem as mais sonhadoras