terça-feira, 31 de março de 2009

o essencial é invisível para os olhos

Não sei o que é que se passa mas não consigo tirar este sorriso idiota da cara. Há qualquer coisa em ti que altera muitas em mim. E se por acaso agora olho para os últimos momentos falo comigo mesma para melhorar os próximos mas a verdade é que de certezinha a seguir vou apenas continuar com o mesmo sorriso idiota na cara e deixar o momento surgir por si só. É como se eu parasse e ficasse à tua espera. Mas a verdade é que tenho ficado à espera,.. à espera de um sinal de qualquer coisa. Isto de ter imaginação para acreditar não chega. Isto de correr para ti e esperar também cansa. 'Quem corre por gosto não cansa' eu gosto de ti,e gosto de correr para ti, mas ainda não vi algo que me prendesse realmente a ti. Mas preciso de ti. Doí querer e não te ter. E porque raio és tu assim? Não somos nada transparentes!

Sem comentários: