segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009


começo a sentir-me (minimamente) bem, graças ao tratamento! isto não é assim tão complicado como eu pensava mesmo assim tenho receio á mínima coisa porque cada vez q me doi algo tenho medo q isso me mate, é por isso. Não é por gostar de andar metida em centros de saúde e hospitais nem por querer chamar á atenção é simplesmente porque não quero deixar de viver

Sem comentários: