domingo, 30 de novembro de 2008

vamos falar de mais coisas

Para começar digo já quem ainda não viu o madagascar 2 (e gosta de filmes deste estilo!) corra já para a sala de cinema, mais próxima onde esteja em exibição porque é espectacular!


depois tenho que dizer obrigada ás pessoas que de ontem para hoje me proporcionaram apenas energias positivas! desde a minha mãe, ás minhas renas, ao meu irmão, ao meu flip, e também ao meu best Paulo. digo já que gostei mesmo, admito foi melhor q o meu dia de anos deste ano

Depois PARABÉNS Á MINHA XUXU ANA TERESA
Sabes bem o quanto gosto de ti, e qt estou a gostar q faças parte da minha vida. sim és uma colega de turma, e uma das melhores amigas q lá encontro. És sim a xuxu das outras miudas, e minha também. Tens imensa pachorra para me aturares qd quero ir aqui e acolá para o meu bem,e eu cá faço os possiveis para ser uma amiga para ti. Sabes q estou mesmo aqui ao pé de ti para tudo (desde as coisinhas más com rapazinhos, ás frases bonitas, ás piadas secas, aquelas coisinhas todas) peço desculpa não ter estado contigo, nem ter feito parte da surpresa q a tua prima e a Clara te prepararam mas tive de aproveitar uma oportunidade


mas mais importante que tudo PARABÉNS PAI
não bastava a minha xuxu, decidiram nascer ambos no mesmo dia. como PAI q és, podes não ter sido dos melhores no passado, mas ainda noto em ti uma preocupação em mudar isso. Não não me lembro de ti só no extrato da minha conta bancária, lembro-me de ti sempre que gasto dinheiro, sempre q ouço falar de crianças q morrem á fome, sempre que compro as minhas roupas, sempre que acho q x de € é baratissimo, sempre q saio todos os fins de semana para a 'night', sempre que me recordo do teu colega de trabalho q morreu (e q me fez pensar se fosses tu ), sempre que recordo omeu passado, sempre q volto á casa onde me crias-te, até qd estou nas aulas! preocupo-me bastante contigo, com a tua saúde! no que toca a saúde devo ter ganho os teus genes, porque o alcool aos 15 anos já faz parte da minha vida, o ressonar também, o cansaço também já pesa, e alimentação é aquela base, um bom marisco é muito melhor q qualquer legume! ainda dizes tu q não queres que eu beba cerveja qd foste tu quem me a deu a provar, também quem me deu a privar vinhos q esses dispenso, prefiro antes uma vodka. mas a sério é graças a ti que tenho a vida q tenho, e sei q te devia dar mais valor do q pensas q dou. Mas gosto imenso de ti e acho que um obrigado enorme é muito pouco. Havia uma coisa que eu gostava que mudasses em ti, eu e muitos de nós, mas só depende de ti agir. hoje foi o teu dia e nem estive contigo, mas tenho esperança q amanhã as coisas sejam recompensadas. AMO-TE PAI

Tanto para ti, como para a mãe, só nós sabemos o que se passa connosco e ninguém tem mesmo nada haver com isso, mas digo q apesar de tudo somos felizes e eu gosto imenso de vocês (apesar de ás vezes não o demonstrar, mas isto cresceu cmg!)

e q mais terei eu para dizer? saudades e confusão fez parte destes dias. gostei das novas músicas que entraram na minha vida. gostei de ir á emotion (vibrei bué com a discoteca, como uma autêntica pita estérica (no gozo) mas de facto se há pessoas q fazem parte da nossa vida são mesmo a familia, refiro-me mais a pai, mãe e irmão e aos amigos! gostei destes momentaços todos, estas doses vir-se-ão a repetir!

Digo já que os abraços, os beijinhos, o cinema, as fotos, as viagens de ida e volta só quem esteve comigo é q sabe ao q me refiro, e espero q entendam q gostei mesmo


tenho mais uma coisa a dizer: obrigada ao novo seguidor do meu blog, é bom ouvir palavras sobre aquilo que nos faz feliz e partilhamos com os outros!

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

ás vezes podia escrever sobre tanto, mas vale mais não escrever sobre nada
dias deprimentes de tanta coisa que nos incomoda, ou q por outro lado nos faz mesmo sorrir mas no entanto limitamo-nos a que todas as coisas fiquem só no nosso pensamento

Há coisas que não percebo mesmo, e quando falo disso até me envergonho de não perceber nem saber explicar.. coisas que me confundem! gostava de ter um manual sobre estas tantas coisas

já o Bob disse:
É melhor atirar-se à luta em busca de dias melhores, mesmo correndo o risco de perder tudo, do que permanecer estático, como os pobres de espírito, que não lutam, mas também não vencem, que não conhecem a dor da derrota, nem a glória de ressurgir dos escombros. (...)
e é isso, seguir em frente

Amanhã vou ver o Madagascar 2, procuro companhia!

além disso hoje 28 de Novembro - fez um ano e não desisto

domingo, 23 de novembro de 2008

coisas sobre coisas



(este texto começou a ser escrito numa aula laboratorial de fisico-quimica, mas há partes que foram alteradas)

Ultimamente só tenho olhado para trás, só tenho recordado a minha vida, aliás tenho-o feito com mais frequência... Há coisas no nosso dia a dia, simples gestos, actos, palavras que nos fazem recordar sobre essas coisas, do passado. É bom quando reflectimos sobre coisas,.. Sobre coisas que fiz, coisas que disse, a maneira como as disse e fiz, coisas que gostava q tivessem sido diferentes. Mas já não posso voltar atrás, e por isso, qd olho para trás tenho que entender q já não estou a tempo de mudar essas tais coisas, mas as q estão para acontecer posso. Posso evitar cometer erros, isso posso...
Arrependo-me de ter conhecido certas pessoas, de ter feito certas coisas, de ter vivido certas coisas, com certas pessoas, mas isso fez-me crescer e aprender.
Tenho saudades da minha infância, por tudo em si. Com alguns problemas, com algumas alegrias, com falta de tanta coisa.. Faz hoje oito dias que voltei á minha outra casa, á casa na aldeia onde cresci,.. Sempre que lá estou só recordo as coisas que lá vivi.. Eu gosto de estar lá, é lá que me sinto em casa. Tenho pena de não ir lá mais vezes, mas é por um único motivo: falta de tecnologias! Estou habituada á minha conecção com o mundo no meu quarto, no meu apartamento, lá é dificil estar ligada ao mundo.. Mas lá tenho coisas boas, como o sossego, a tranquilidade, é outro modo de vida, era bom poder ir todos os fins.de.semana até lá.... mas só o fazia mais vezes se lá tivesse mais portas abertas á tecnologia, se podesse investir mais naquela vivenda... Mas limito-me a ir lá duas ou tres vezes por mês... Também não é bom estar lá muito tempo, parece que atrai coisas negativas, coisas que não quero. Mas se podesse recordar aqui metade das coisas que vivi lá, até me ía envergonhar (apesar de não ter motivos para o fazer, porque afinal foi com tudo o que lá vivi, que cresci e sou quem sou hoje)
Para além do arrependimento, e da saudade, é óbvio que muitos mais sentimentos aprendi a ter... como o amor e o ódio.. mas isso são coisas que eu cá sei, e que prefiro ser só eu a saber.
e os sonhos? e os objectivos? e o medo? e a luta? e o esforço? e as lágrimas? e os sorrisos? e as desilusões? e as surpresas? e as festas? oh 'a vida é curta demais para ser insignificante' tenho que dizer que o balanço dela é positivo. A partir do momento em q li 'pense em quem sofre numa cama do hospital sem esperança' e reflecti sobre isso, aprendi a dar valor á vida que tenho e a todas as coisas que a constroem. Mentalizei-me desde sempre que 'tudo o que nasce morre' e muitas vezes ouvi dizer 'vive a vida ao máximo';'cada dia que passa é um degrau que sobes na vida';'os sonhos comandam a vida' e então aprendi a ser eu mesma, a viver a minha vida, a sonhar e a acreditar é a prova de todas estas e muitas mais coisas que eu sei que a vida é bela.
''Eu quero ficar perto de tudo que acho certo até o dia em que eu mudar de opinião a minha experiência meu pacto com a ciência meu conhecimento é minha distração (....) é o meu ponto de vista não aceito turistas meu mundo tá fechado pra visitação (...) o medo mora perto das idéias loucas (...)''
há dias que uma pessoa só quer olhar para trás e recordar, outros que não quer e acaba por fazê.lo...
há dias que as pessoas procuram encontrar a felicidade e ela não aprece, pois a felicidade é uma coisa que acontece qd menos esperamos..
há dias em q sofremos mais, outros menos e outros q nem a palavra sofrer parte de nós e do nosso dicionário...
há dias em que queremos muita coisa, sem darmos valor ao q temos, e por não as conseguirmos achamos que a vida é uma merda, enquanto há muita gente que nem tem um bocado da nossa tal vida. há dias em q não queremos, não estamos á espera e elas vêm ter connosco..
ás vezes dizemos que não gostamos de certas pessoas e ás vezes acabamos por nos darmos todos bem, e vezes em q não temos nada contra, mas q a partir do momento em q se conhecem passamos a desejar q se espetem facas..
há vezes em que temos muito mais em que pensar, muito mais q fazer e metemo-nos a pensar na vida, e a escreve-la e mesmo assim são poucas as conclusões que podemos tirar.. Hoje apenas por triste que esteja é bom ver que há gente q não tem culpa dos nossos problemas, que qd pensamos q a nossa vida é uma merda temos que pensar nas pessoas que realmente vivem na miséria, nem água, nem comer, nem um tecto, nada têm. Temos é q pensar que hoje é um novo dia, tentar resolver as coisas, dar valor a outras, e fazer com que os raios do sol façam crescer um brilho no nosso dia.
Ontem fui até torres novas jantar e ir ao cinema.. Queríamos ter visto o 007 mas também queria ver uma comédia et a q lá estava era a do 'um padrasto para esquecer' e digo já que é uma comédia muito secante. e como eu gosto mesmo de ir parar ás salas de cinema acrescento á minha lista[http://destaquesjuvenis.blogspot.com/2008/10/hoje-c-em-casa-viu-se-o-harold-and.html] os seguintes:


007 Quantum Of Solace


Madagascar 2


O dia em que a Terra parou

sábado, 22 de novembro de 2008

PARABÉNS IRMÃO DE SANGUE

não dá hipótese, somos irmãos de sangue e ponto! Hoje já estamos crescidos mas lembro-me perfeitamente de ele gostar bué de mim ao ponto de me dar banho.. Ao ponto de andarmos a correr sabem lá vocês onde e para a onde.. Não me consigo lembrar de todas as coisas, mas sei que ele adorava-me quando éramos mais pequenos.. Entretanto ambos crescemos, e afastámos-nos um bocadinho e já só ficamos por breves conversas e pequenas chatices, mas há uma coisa que não muda: somos irmãos.. E isso nada muda.. E como irmã dele posso dizer que ele é bué gozão, bué brincalhão, e claro, bué viciado em WOW!! não como irmã (desnaturada talvez) não o conheço perfeitamente... Afinal eu sou mais nova, no entanto se alguém q deve conhecer melhor do outro é ele a mim (ou et não) .. Obrigada por me aturares, por me teres dado a conhecer muitas coisas, por me chateares (inclusive), por nos rirmos bué com tudo e todos, por tudinho o que vivemos juntos!
este textinho não está grande coisa e por isso vou mostrar uma coisa á altura, para ti Daniel :



Happy birthday!
Now you're one year older!
Happy birthday!
Your life still isn't over!
Happy birthday!
Happy birthday!

ahah, viva ao WOW

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

no mesmo dia somos capazes de chorar e sorrir, porque no mesmo dia temos bons e maus momentos, mas também no mesmo dia somos capazes de pensar: bolas gosto mesmo dele

mas (como toda a gente) gostava que certas coisas fossem diferentes (não, não tem a haver com ele, tem a haver com coisas da nossa vida..)

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

'Blogues'

Para muita gente como um diário, e para mim como um amigo que está sempre disposto a ouvir-me. Sim refiro-me a 'Blogues', no meu caso, 'O MEU BLOG'. É o meu bloco de notas diário. Não tenho vergonha de dizer : 'eu tenho um blog', mas acho que as pessoas não têm nada a haver com a minha vida, mas gosto que leiam alguns dos meus textos (aqueles bonitinhos q só conseguimos escrever qd 'tamos inspirados, esses mesmo). Estou sempre disposta a ouvir criticas (á maioria nem dou valor e depende das pessoas que as dizem) e elogios (q me deixam contente)
o meu chama-se destaques juvenis e ouve-me n de vezes. por vezes apetece-me contar-lhe tanta coisa mas a minha mente não quer escrever, mas este será sempre o meu

domingo, 16 de novembro de 2008

Hoje durante uma viagem apercebi-me de uma coisa.. A vida é como uma estrada, A vida tem altos e baixos, a estrada tem curvas e rectas. Na vida cometemos erros, na estrada temos acidentes. Na estrada temos a oportunidade de ver muitas paisagens, já na vida temos muitas oportunidades e sonhos. Na estrada temos traços contínuos e descontínuos, na vida temos paragens e mudanças. Mas se te aperceberes há muitas mais coisas na vida que se comparam com uma estrada
gostava de escrever tudo o que sinto, mas o que sinto não se escreve, sente-se

quarta-feira, 12 de novembro de 2008



é sempre bom termos conversas sérias diárias. é sempre bom estar contigo. é sempre bom dizer que gosto de ti e ás vezes só preciso de algo dito por ti, ou feito.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Porque a felicidade é aquilo que todos nós procuramos ao longo da vida, aquilo que muitas vezes o dinheiro, o poder, a fama, enfim, os grandes sucessos que a vida não nos consegue trazer. Ser amado “apesar do que somos” é o grande sonho de todos nós, e especialmente de todas as mulheres.

Nós mulheres somos um desafio. 'Se existe algo que a vida nos ensina, posso garantir-vos, é que, queiramos ou não, nós as mulheres estamos condenadas a ser responsáveis pelas relações que temos ao longo da vida.Eu sei que é dramático e injusto, mas não deixa de ser verdadeiro.Assim, minhas amigas, não vale a pena culpar as nossas mãezinhas, as sogras, as miúdas boazonas, a crise, enfim, podemos ir buscar o que quisermos porque o que realmente interessa é apenas uma coisa. O QUE QUEREMOS NÓS DA VIDA.Depois, é pegar nesses sonhos que em tempos tivemos e trabalha-los ao longo da vida, sem descanso, sem fins-de-semana ou férias, numa tarefa árdua.Porque a relação com o nosso parceiro/os, minhas queridas, é unicamente o que fazemos dela. Não existem homens ideais, como não existe um só homem que não reaja por reflexo ou obrigação.'

Li isto e não me foi nada indiferente. Logo de seguida vinham exemplos como:

''1º Todas acreditamos que conseguimos mudar o homem por quem nos apaixonamos.
Primeiro erro: Eles não mudam, apenas sobrevivem, numa ancestral capacidade de se adaptarem o melhor possível às situações, de forma a terem o mínimo de problemas.

2º Quer tenhamos 20 anos ou 50, vivemos na expectativa de que o nosso homem nos entenda, nos surpreenda, nos faça sentir únicas e amadas por todas as razões e por razão nenhuma.
Segundo erro: Eles apenas reagem, não agem e quando o fazem é porque outra os obrigou a tal. Portanto, se quer que ele se lembre daquelas datas importantes, de a surpreender, etc. e tal, prepare você mesmas as coisas e finja que a ideia veio dele. Resulta e evita o desgaste e as lágrimas.

6º Os jovens de hoje não são nada assim!
Sexto erro: Pois não, meninas, são piores! Andam aterrorizados com a independência feminina, têm uma oferta excedentária e não se querem comprometer antes dos quarenta!Ou então decidem dar o nó e é só ver o número de divórcios em casamentos com apenas dois anos!

8º Para aguentar isto tudo, estou melhor sozinha!
Oitavo erro: Minhas amigas, “quem só se veja, quem só se deseja”! Se você gosta realmente de estar só, então tudo bem, mas, se não, não me diga que vai desistir da vida só porque é difícil!Todas nós escorregamos, caímos e depois...temos que nos levantar!

9º É junto dos amigos que encontro com quem falar e partilhar.
Nono erro: Pois, não estou a pôr em causa que a verdadeira amizade existe, mas, para começar, qualquer homem lhe pode explicar (se quisesse) que a amizade entre macho e fêmea tem sempre uma componente sexual, por parte deles pelo menos.
Quanto às amigas, bem, não querendo ser ainda mais cruel do que até agora, com raríssimas excepções as mulheres vivem em competição umas com as outras, e isto significa que, quando chega o momento, saltam para o outro lado.
Se não acredita, olhe para as divorciadas e veja como, de repente, deixam de ser bem-vindas em todas as casas!

Conclusão:Quando tiver o coração partido por alguém, pense em quem sofre numa cama do hospital sem esperança. Pareço-lhe ridícula? Pois, mais ridículo é deixarmos a nossa felicidade nas mãos de um homem!Note que os homens são geralmente muito melhores seres humanos do que nós. São mais puros, mais simples, mais...

O que cada uma de nós tem que fazer é decidir se aquele que está ao nosso lado, ou queremos ao nosso lado, vale a pena. E, a partir daqui, é ir em frente.Porque, quando amamos e somos amadas, naqueles momentos mais difíceis da vida, quando a idade nos pesa, posso garantir-vos que o investimento valeu a pena!''

e foi isto que li entre mais coisas que eu não quiz puxar para este post! Porque apesar de eu ser uma daquelas meninas jovens q isto e aquilo a verdade é q sei bem aproveitar a vida então. Sim arrependo-me de muito rapaz q na minha vida passou, mas quando vivi os momentos não pensei se me iria ou não arrepnder, pensei apenas em viver. E é isso que vou continuar a fazer, viver!
Viver de amores (im)perfeitos, viver de sonhos, (des)ilusões, porque é isso que faz parte da vida.

Sim ele é quem eu quero neste momento para estar do meu lado, para ser o tal, para me fazer feliz, para me ensinar, para me fazer chorar, para me fazer acreditar, para me fazer lutar, mas principalmente para viver, é isso



desta vez não vou pôr a negrito aquilo q quero realmente transmitir, ou que acho q é realmente importante porque acho q este post em si é todo importante.

domingo, 9 de novembro de 2008

eu não me reconheço, eu própria q sou contra as pessoas daquela determinada idade, fazerem aquelas determinadas coisas, e hoje éq tenho noção doq fiz. Sinto-me mal, não o devia ter feito.. só me faz mal à saúde; o meu estômago não gostou e os meus pulmões chatearam-se logo provocando em mim uma dificuldade em respirar durante horas, horas de preocupação e chatice para os que tiveram comigo, sim os amigos... Já agradeci e já me desculpei muitas vezes, mas eles dizem para não pensar mais no assunto, é o q vou tentar fazer.. Chato é ter q ir ao médico tentar resolver isto de uma vez por todas.. Porque raio tenho estes ataques de não conseguir respirar decentemente? porque raio nunca me deram uma explicação? se são precisos exames, estou pronta para os fazer. Odeio quando me começo a rir e não consigo parar, sinto uma aflição dentro de mim e vem uma tosse horrível... Odeio ter q admitir que ontem cometi um erro.. preocupa-me pensar se tenho asma ou bronquite ou alguma coisa assim

sábado, 8 de novembro de 2008

Imagina só, eu e ele, juntos na nossa bela tarde de sábado decidimos ir passear até ao castelo. é um sítio giro, tudo bem q custa subir, e para estar lá foi precisa muita teimosia, enfim, mas lá estivémos... Talvez se não me tivesse enganado a ver o horário nada disto tinha acontecido, mas se não tivesse acontecido não seria autora desta história... Então julguei mesmo que aquilo fechasse ás 18h mas afinal isso era no verão ag fechava ás 17.30! foi precisamente ás 17h.40min por aí q chegámos á entrada e descobrimos q estávamos fechados no castelo de Tomar , muito bom entãooooo! mandei msg para duas ou tres pessoas a pedir o número da psp ou da gnr de Tomar e lá me responderam, preocupados! liguei, dei conta da situação e tive q esperar... entretanto preocupava-me o escuro, preocupava-me o q iriam as autoridades pensar, preocupava-me com o que iria acontecer... 15 min após o telefonema, alguém abre o primeiro portão do castelo, vê.se luz, mas ninguém nos vê.... tudo por causa do carro estar ligado! muito bom, então.. a Sra policia com o não ouvir nada decidiu ir até ao portão do convento.. e eu tratei de ligar novamente para a psp a dar ocorrencia de que alguém ali esteve mas q não nos viram.. eu sei q fizeram os possiveis... entretanto mais um policia chega ao castelo, conversam e andam de volta do primeiro portão a ver se nos encontram, e nós a gritar 'está aí alguém?' 'estamos aqui', mas ninguém nos ouvia.. entraram com o carro até que chegaram ao segundo portão e nos viram, com os máximos ligados para nós, muito bom... lá nos dão a chave para tentar abrir aquilo... meteram-nos a trabalhar como 'castigo' e lá tivemos de ajudar a fechar o castelo! demos as nossas identificações, recebemos boleia e tudo ficou bem...
moral da história... se não tivesse visto mal as horas isto não tinha acontecido... Pela primeira vez fiquei fechada num sitio público e pela primeira vez andei num carro de patrulha da psp o que pronto até nem é mau sinal!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

só agr éq me apeteceu dizer a tal nota do teste de matemática, lembrei-me... 4,8
foi mau, estava á espera de pior, por isso já foi um bocado bom o meu pai é q se vai passar mas pronto

GREVE

DO SECUNDÁRIO!

principalmente
contra as aulas de substituição (no secundário)
contra o não podermos sair da escola nos intervalos (no secundário)
contra o novo estatuto do aluno

''nova estatuto do aluno NÃO não queremos uma prisão''
''a luta continua ministra vai para a rua''
''alunos unidos jamais serão vencidos''

obrigada ás autoridades que nos ajudaram e nos acompanharam em segurança. aos professores que não queriam dar aulas. aos alunos das duas escolas secundárias. ao responsável pela greve. pelo divertimento. pelo barulho. pelo apoio. pela força. á A.E q apoia os alunos. tudo.

terça-feira, 4 de novembro de 2008

VIVA á lista C
ups, desculpem, Associação de Estudantes da esjr

ganhámos por 190 votos, insignificante? não nem por isso,.. em comparação a certas listas... enfim. ganhámos. Fomos acusados pela justiça das outras listas de influenciar votos, e por isso a primeira votação foi anulada, mas acho que esta segunda provou tudo o resto. Além disso até membros de outras listas admitem que a nossa organização foi a melhor, por isso não damos hipótese. estou contente (apesar de não ter grande cargo na lista mas o que interessa é q também faço parte) Obrigada ás pessoas da lista com quem tive a oportunidade de criar laços.
tivemos a melhor organização. temos das melhores pessoas. estávamos bastante bem representados pela ovelha choné. o nosso carro no meio da escola, as rampas, as pessoas que fizeram demonstrações, fantástico. As pipocas então... o delírio de todos! os rebuçados, os chupas, a música, a publicidade, os patrocinios, as t.shirts, somos os melhores! só nos resta cumprir com o prometido e surpreender, espero... era bom q realmente conseguissemos fazer a diferença.. de qualquer modo, viva á lista C... viva á associação de estudantes 2008/2009

sábado, 1 de novembro de 2008

Só te posso dizer q gosto de ti! em relação ao resto q sinto, dirte.ei aos teus ouvidos e olhos nos olhos [nunca me senti tão um tomate como hoje]


history of everything. amazing!
agora ando completamente entretida a ver noq fazer para o trabalho de geologia e não éq andava no you tube (para variar) e encontrei uns videos fantásticos sobre o Planeta Terra ?



Ah, o tal resumo ficou concluído mesmo na última hora, a professora aceitou-o e foi completamente na boinha :D

ontem foi o dia de eleições para a associação de estudantes e as votações foram anuladas! Epá q estupidez. q mau de perder! A lista C tinha ganho, mas a D disse que a nossa lista andou a influenciar votos, talvez por meras brincadeiras de conhecidos... Adorava que toda a escola soubesse disto. Estou tranquila, acho que as pessoas que votaram na nossa lista não mudam de opinião e matêm os votos, mas para mim é importante éq os alunos votem nem q seja nulo! isso sim é importante..


Mas ontem também foi o halloween, e os anos do meu maridão, o andré! ihih
em relação ao halloween digo já que é muito bom fazer trabalhos manuais relativos ao halloween no 10º ano, para serem expostos no átrio da escola! mas ficou um trabalho bonito, mas foi aborrecido na mesma, só fiz porque a professora disse que podia contar para nota..
e aos anos dele, dei-lhe os parabéns e pedi.lhe desculpa por hoje não ir ao tal jantar (: e foi assim.
epá q pu.. de sorte a minha na quarta feira! não é q eu estava mesmo convencida que o teste me ía correr bem, depois de tanta H seguida a olhar para matemática, depois das dúvidas, dos exercícios, daquelas horas todas..? esqueçe lá isso. Mas o que me irrita mesmo é só ter pontos a favor e desperdiçar oportunidades, como a aquela, de mostrar que comecei a conseguir! passados 90 min entreguei o meu teste apenas com a escolha múltipla e poucos exercicios incompletos, tudo porque queria apresentar bem os cálculos, ou porque me faltava qulquer coisa para chegar ao resultado final, se a professora não me desse aqueles 5 min irritantes para passar e estar a ouvi-la dizer 'Daniela, não desanime.. é o primeiro teste.. as coisas podem começar mal e acabar bem...' e blá blá, estava-me a irritar ainda mais. maldito teste de matemática. maldito estudo. malditas explicações. maldito apoio. malditos 90 minutos!
estou para ver o que vai sair dali..