quarta-feira, 5 de março de 2008

eu gostava de falar contigo da mesma maneira que te olho, que te sinto, que me olhas, da mesma maneira com que me chamas a' atenção.... no's so' estamos bem quando estamos em provocações ou et a discutir. estamos sempre assim. tu não entendes o amigo especial q e's.
se não tivesses certas atitudes como a de hoje , desiludias-me menos.sai da minha cabeça.sai da minha vida. a's vezes quero e'q saias da minha vida, acho q isso doi' no principio mas depois passa.
isto pode-se deveer tudo a' longa amizade, a' grande convive^ncia,
a's conversas, a momentos, a coisas ja' vividas, a coisas q não conseguimos esqueçer.
tudo ate' mesmo devido ao eu não conseguir suportar o facto de não seres quem eu queria q fosses.... mas cada vez , desiludes mais e mais.... e achas q esses 'desculpa!' bastam para esquecer, engana-te. fazem sofrer, tambe'm. eu acho q so' acaba com esta raiva toda , quando finalmente saisses da minha vida. mas admito, q se sai'sses tambe'm i'a sofrer bastante.
e o facto de saberes que e's especial e importanto pensas q ta' direito a fazer sempre o mesmo.
eu prometo q vou tratar-te com o mesmo desprezo, com o mesmo o'dio,
acabou-se a grande amizade q tinhamos. não mereces NADA. isto deve-se a ti. passados 3 anos não sei se e' desta q atino.

Sem comentários: